Importante análise sobre a relação imprensa e poder

By Luiz Valério sexta-feira, 5 de setembro de 2008
Deu no blog Jornalismo nas Américas, do Knight Center for Journalism in the Americas:
"AMÉRICA LATINA -Na guerra entre políticos e meios de comunicação, quem sofre é a qualidade do jornalismo (Análise)

Se você não conseguir ler todos os nossos posts sobre ataques políticos à imprensa nos países das Américas, poderá ler essa análise da Reuters, escrita por Fiona Ortiz, que descreve "uma crescente agressividade entre os meios de comunicação e os presidentes". De acordo com especialistas, tal animosidade está "polarizando a visão política, colocando em risco a liberdade de imprensa e prejudicando a democracia."
Escrevendo de Buenos Aires, onde a imprensa é considerada por Cristina Kirchner sua principal opositora, Ortiz explica como alguns presidentes insultam repórteres ao chamá-los de "sujos", "animais selvagens" e "terroristas", enquanto outros simplesmente ignoram os repórteres. Jornais, rádios e TVs, muitas vezes, se aliam à oposição e vingam-se dos ataques com uma cobertura negativa dos líderes políticos da região, disse ela.
"O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, o da Bolívia, Evo Morales e o do Equador, Rafael Correa, são os que sustentam a retórica contra os meios de comunicação de maneira mais intensa". A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, restringiu fortemente seu contato com a imprensa, enquanto "o presidente colombiano Alvaro Uribe, de tendência conservadora, criticou abertamente alguns jornalistas que, mais tarde, receberam ameaças de morte anônimas", afirma Ortiz.
A matéria cita especialistas, para quem os meios de comunicação prejudicam sua credibilidade quando adotam uma posição sistematicamente contra os dirigentes e alguns jornalistas se tornam atores políticos. Ortiz afirma que o confronto entre a imprensa e os políticos rebaixou a qualidade do jornalismo, depois de um ressurgimento da profissão após os perigosos anos 70 e 80, quando ditaduras militares na região perseguiram e assassinaram muitos repórteres".
O blog também traz uma matéria segundo a qual o exercício da profissão de jornalista na América Latina está ficando cada vez mais difícil. os governantes se mostram intolerantes com os jornalistas.

"O primeiro semestre de 2008 foi marcado por um alto nível de críticas dos governos de vários países latino-americanos contra meios de comunicação e jornalistas, como parte de um questionamento público que tenta desvalorizar a sua credibilidade, apontou o relatório "Indicadores de Jornalismo e Democracia na América Latina”, publicado pelo CADAL.
O CADAL é uma fundação privada sem fins lucrativos de defesa da democracia e dos direitos humanos, centrando-se na implementação de políticas públicas. Criado em 2003, publica regularmente relatórios sobre a transparência governamental, o acesso à informação e aos meios de comunicação, além de estudos políticos e econômicos".
Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " Importante análise sobre a relação imprensa e poder "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.