Transporte coletivo de Boa Viste é tema de pesquisa

By Luiz Valério terça-feira, 23 de setembro de 2008
Acadêmicos do Curso de Administração da Faculdade Atual da Amazônia (FAA) realizam uma pesquisa de campo sobre a qualidade do serviço de transporte coletivo urbano de Boa Vista (RR).
Eu já escrevi vários artigos a respeito sempre ressaltando o desrespeito das empresas para com os clientes. Ontem, coincidentemente, fui abordado por um dos acadêmicos que me convidou a responder a pesquisa. O resultado servirá para embasar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) da equipe envolvida na atividade.
O formulário que os entrevistados têm que responder procura saber da satisfação ou não dos clientes em relação ao serviço ofertado pelas duas (uma, na verdade) empresas de ônibus que exploram o sistema em Boa Vista.
Os quesitos postos para medir a satisfação/insatisfação dos passageiros são: conforto dos assentos (uma porcaria), limpeza e asseio dos ônibus (deixa muito a desejar), iluminação à noite (precária), nível de ruído dos carros (ensurdecedor), cordialidade/gentileza dos cobradores e motoristas (mais ou menos), apresentação pessoal dos cobradores e morotistas (razoável), pontualidade dos ônibus na parada (sem comentários), linhas de ônibus disponíveis (insuficiente, para dizer o mínimo), tempo de espera na parada (desrespeito total ao passageiro), divulgação de informações sobre os horários (confusas), preço cobrado (caro, pela má qualidade do serviço), direito de sair do terminal por apenas uma hora (não experimentei isso ainda, mas tenho ouvido muitas reclamações).
Bom, como se pode ver, se depender das minhas observações, o serviço prestado pelas concessionárias está completamente reprovado. Mas durante os quase 60 minutos em que estive no terminal do Centro ouvi pelo menos quatro outros passageiros reponderem ao questionário. Todos demonstraram a mesma insatisfação. É o caso, por exemplo, da estudante Erlana Pereira, que definiu o serviço como "horrível, horrível, horrível".
Os alunos que se dedicam a essa pesquisa sobre o serviço de transporte coletivo já fez uma primeira sondagem em 2005 e o resultado foi negativo para as empresas. O objetivo do novo levantamento é saber se houve alguma mudança de lá para cá, seja positiva ou negativa. Eu digo que não mudou muita coisa. E há que tenha a opinião de que, se mudou, foi para pior.
Os pesquisadores se comprometeram comigo de me repassarem o resultado da pesquisa para que eu possa escrever um novo artigo a respeito. Vamos aguardar para confirmar o que já sabemos: a qualidade do transporte coletivo em Boa Vista é um achincalhe ao cidadão que paga caro para ter um serviço tão ruim. E os órgãos de fiscalização, todos eles, fecham os olhos para os problemas. Outros, como a Empresa Municipal de Habitação e Urbanismo (EMHUR), vai além e se mostra conivente com tamanho descaso e desrespeito.
Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " Transporte coletivo de Boa Viste é tema de pesquisa "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.