Um estado predestinado a fazer parte de escândalos

By Luiz Valério terça-feira, 2 de setembro de 2008
Interessante notar como Roraima está sempre nas "paradas de sucesso" midiáticas.

As revistas Veja e Época desta semana trazem reportagens segundo as quais a conversa grampeada do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes (foto abaixo), com o senador Demóstenes Torres (DEM-G0) tratava exatamente sobre assunto estremeceu os alicerces desta terra macuxi.



No diálogo de Mendes e Torres é feita alusão ao esquema de pedofilida desmontado parcialmente pela Polícia Federal e pelo Ministério Público, no mês de junho em Roraima.

Autoridades locais, como o ex-procurador do Estado, Luciano Queiroz, os empresários José Queiroz da Silva e Valdivino Queiroz da Silva, além de um policial militar, um servidor públido, etc, tiveram seus nomes incluídos na lista de partícipes do repugnante esquema. Isso, além de surgir o nome de um parlamentar federal.


Eis a fala do senador Demóstenes (foto):

-"Gilmar, obrigado pelo retorno, eu te liguei porque tem um caso aqui que vou precisar de você. É o seguinte: eu sou relator da CPI da Pedofilia aqui no Senado e acabo de ser comunicado que um juiz estadual de Roraima mandou uma decisão dele para o programa de proteção a vítimas ameaçadas para que uma pessoa protegida não seja ouvida pela CPI antes do juiz."

- "É grave", responde o ministro do STF.

Na fala seguinte Demóstenes Torres diz a mendes que a testemunha é ninguém menos que a menina de 13 anos, molestada por um bando de autoridades inescrupulosas de Roraima, incluíndo um deputado federal.

Essa menina é a testemunha chave que levou ao desmonte do esquema de pedofilia. Ela já sustentou em seu depoimento à CPI que foi usada sexualmente por Luciano Castro, deputado federal e candidato a prefeito de Boa Vista, ao qual se faz referência na conversa de Mendes e Torres.

Então Roraima está assim: quando não aparece como protagonista de um escândalo só seu, acaba surgindo como ator coadjuvante dos escândalos dos outros. Mas tem que estar presente de alguma forma.

Ô sina desgraçada. Mas também, como o tipo de político que tem aqui, não podia dar outra.

Imagens: Agência Brasil
Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

2 comentários to ''Um estado predestinado a fazer parte de escândalos"

ADD COMMENT
  1. É muito triste Luiz Valério, o que ocorre em Roraima, sou filho daí, embora more desde os 7 anos em Manaus, mas meu coração sempre esteve aí, nunca se mudou. Ao invés dos políticos estarem lutando por mais verbas pra saúde e educação, ficam se locupletando até da pobreza ou mesmo miséria da população, pois o que leva uma criança a ser usada sexualmente são, principalmente, estes fatores. Além de usurparem do orçamento público ainda se dão ao luxo de cometerem crimes desta natureza. Xadre pra eles é pouco, deveria se usar no Brasil, para esses cirmes, o metódo bastiliano, ou seja em cada capital do pais, na principal praça instalar uma guilhotina e exterminar o criminosos em frente a todos os seus familiares e transmitir pela mídia para o povo, par entenderem em definitivo que o crime não compensa.

    ResponderExcluir
  2. A situação por aqui é realmente delicada, Rubinho. Mas Roraima acaba sendo uma mostra do que se tornou o nosso imenso e desgovernado Brasil.

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.