Jornalista de "O Liberal" diz que imprensa cobre mal a Amazônia

By Luiz Valério quinta-feira, 30 de outubro de 2008
Ontem à noite participei de uma oficina muito interessante sobre "Imprensa na Amazônia - História e Identidade", ministrada pelo jornalista Bernardino Ferreira dos Santos Netto, colunista do jornal “O Liberal”, de Belém. Gosto muito de estudar a história da imprensa das regiões por onde passo. E já estou há quase sete anos morando aqui na Amazônia, mais precisamente em Roraima.
Na sua oficina, Bernardino Netto disse que os jornais e jornalistas da Amazônia não estão cobrindo devidamente a região. O colunista afirmou que falta um projeto da imprensa local para cobrir a Amazônia, que fuja do lugar comum da grande floresta, apontada como o "pulmão do mundo".
Bernardino Netto apontou como uma das consequências do desconhecimento da Amazônia o que ele chamou de "invasão cultural" sofrida pela região nos início do século XX, período áureo da cultura da borracha. Isso, segundo ele, refletiu na forma como a imprensa local passou a tratar os assuntos da região.
O jornalista citou exemplos de jornais antigos do Acre que eram escritos em inglês e francês, como é o caso de The Porto Velho Times e o Porto Velho Currier, que são uma demonstração do olhar estrangeiro para a região desde tempos remotos. “Essa é uma demonstração da invasão cultural que sofremos”, frisou.
Bernardino diz que é preciso que a imprensa amazônida desenvolva uma forma de melhor divulgar as riquezas culturais e econômicas da Amazônia sem se prender ao viés pré-concebido da grande imprensa, cujos enviados especiais ainda pensam que vão encontrar índios andando nus pelas ruas das cidades ou jacarés famintos transitando pela calçadas.
“Nós precisamos divulgar melhor a Amazônia. Temos que dizer quem somos, o que queremos, quais os nossos sonhos e anseios, para onde queremos ir”, pregou. O jornalista disse que da forma como a Amazônia é comumente retratada região vai acabar perdendo a sua identidade.
Porém, a opinião mais polêmica manifesta por Bernardino Netto diz respeito à proposta de independência da Amazônia, que fora objeto de um projeto apresentado na Câmara Federal pelo então deputado federal Júlio Viveiro. O parlamentar propunha a independência da Amazônia e construção de uma nação soberana. Bernardino Neto disse concordar com a idéia e acredita mesmo que o desmembramento da Amazônia do restante do Brasil teria sido bastante positivo para a região.
“A amazônia independente seria algo positivo, afinal temos cultura e costumes diferentes de todo o restante do país”, opinou. Certamente a opinião do colunista de "O Liberal" vai causar certa polêmica por aqui, onde vozes se levantam constantemente para denunciar as "tentativas de internacionalização da Amazônia".

Marcadores:

Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " Jornalista de "O Liberal" diz que imprensa cobre mal a Amazônia "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.