Browsing "Older Posts"

Neudo Campos numa entrevista aberta e franca via twitter

By Luiz Valério → sábado, 30 de janeiro de 2010
Boa noite @migos,

Como prometido, posto agora a entrevista que fiz com o deputado federal e pré-candidato ao Governo de Roraima, Neudo Campos, pelo Twitter. Propus uma entrevista que obedecesse à dinâmica do Twitter - canal utilizado para a nossa conversa. Ou seja, perguntas e respostas deveriam ter 140 caracteres. Utilizamos o serviço de direct message da rede social. Longe de ser uma brincadeira, eu queria testar com alguém de destaque na sociedade local as possibilidades dessa poderosa nova ferramenta de comunicação, que é o Twiiter. Então, nada melhor para isso do que entrevistar um político polêmico e que desperta amor e ódio nos que o conhecem., como Neudo Campos (@neudocampos).
Neudo Campos é uma dessas pessoas que tem uma legião de admiradores e outro tanto de opositores espalhados por todo o Estado. Quando lhe propus a entrevista twitada, não tinha tanta certeza de que ele fosse aceitar. Mas ele aceitou de pronto sem fazer nenhum tipo de exigência ou restrição. Eu perguntei o que quis, da forma e no tom que quis e obtive as respostas.. Ex-governador de Roraima e deputado federal pelo PP, Neudo se diz inocente das acusações de peculato, formação de quadrilha e improbidade administrativa que recheiam as mais de duas dezenas de processos que tramitam na justiça contra si. O parlamentar atribui os desmandos registrados em sua gestão à frente do Governo de Roraima a "pessoas abusaram da minha confiança e cometeram erros pelos quais sou injustamente acusado como se fizesse parte disso".

Vamos à entrevista. Vou usar o sintaxe do Twitter para identificar entrevistado (@neudocampos) e entrevistador (@valerio34). Algumas perguntas tiveram que ser editadas para fins de clareza, mas sem prejuízos à sua essência. Confiram a entrevista, enfim:



@valerio34 Vamos direto ao ponto. Que avaliação o senhor faz da administração do governador José de Anchieta Júnior?

@neudocampos Um governo inexperiente, que gasta mal e que usa a força do cargo de governador para perseguir aqueles que ousam contrariá-lo.


@valerio34 Num possível governo seu, o que o senhor faria de diferente da atual administração estadual?

@neudocampos Tudo. Começando pela valorização do servidor, evitando greves, desperdícios e endividamento do estado.


@valerio34 Sua popularidade e aceitação no interior do Estado lhe garantiria uma reeleição tranquila para deputado federal. A que se deve tanta popularidade?

@neudocampos Ao que fiz quando governador: as obras, a forma de tratar o povo além do contraste com o inteiro abandono em que vive hoje o interior.


@valerio34 Como eu disse acima, o senhor é muit popular no interior e se reelegeria facilmente deputado. Porque se aventurar numa candidatura ao governo?

@neudocampos Não faço política pelos cargos e não sou de me omitir pq por onde passo ouço pedidos por meu nome para governo

@valerio34 O senhor governou o Estado por dois mandatos, que terminaram num grande escândalo. O que se pode esperar de um novo governo seu?


@neudocampos Esses escândalos foram ocasionados por pessoas em quem confiei que não terão a menor chance de se aproximar de meu futuro governo

@valerio34 Deputado, pesam contra o senhor mais de duas dezenas de processos sob acusações diversas. O senhor não teme ser condenado e preso?


@neudocampos Não.

@valerio34 Diante de tantas acusações de peculato, estelinoato e formação de quadrilha o que é verdade e o que é mentira?

@neudocampos É verdade q algumas pessoas abusaram da minha confiança e cometeram erros pelos quais sou injustamente acusado como se fizesse parte disso.

@valerio34 Caso o senhor confirme a sua candidatura e venha a se eleger, encontrará um Estado endividado até a estratosfera. Como sair dessa enrascada?

@neudocampos 700 milhões terão de ser pagos pelo povo de Roraima nos próximos 20 anos pelo criminoso empréstimo que será gasto neste ano eleitoral.


@valerio34 Como o senhor vislumbra o Estado de Roraima daqui há 30 anos do ponto de vista sócio-econômico?

@neudocampos A ALC como propulsora da nossa economia num modelo q agrega desenvolvimento econômico, político e social com ênfase em emprego e educação.

Crédito da foto: Agência Cãmara

PS - O espaço está aberto para outros possíveis entrevistados. Quem quiser se candidatar que se habilite. É só me enviar uma direct message para (@valerio34). Ou enviar um email para luiz.valerio.silva@gmail.com. Este blog existe para dialogar com você.

Entrevista polêmica está quase saindo do forno

By Luiz Valério →


Boa tarde meus @migos,

A notícia da entrevista feita por mim com o deputado federal Neudo Campos já está repercutindo em Boa Vista antes mesmo da sua publicação.
O parlamentar (@neudocampos) e pré-candidato ao Governo de Roraima twitou hoje que está respondendo uma entrevista para o blog e despertou a curiosidade de algumas pessoas ligadas a políticos da capital roraimense.
Aguarde mais um pouco e você lerá uma entrevista com perguntas apimentadas e espero que com responsatas sinceras e igualmente apimentadas.
Só lembrando: este blog é uma coluna política online com o estilo polêmico e incisivo do seu autor. Sem rodeios e sem meias palavras.

O blog publicará entrevista twitada com Neudo Campos

By Luiz Valério → sexta-feira, 29 de janeiro de 2010
Bom dia meus @migos,

Faz alguns dias que propus uma entrevista ao deputado federal Neudo Campos (PP) pelo Twitter (@neudocampos). Perguntas e respostas em 140 caracteres.
Depois de algum tempo de espera, recebi uma direct message (mensagem direta) do deputado, dizendo aceitar a minha proposta:

@neudocampos Valério, desculpe pela demora. Claro, estou a sua disposição.

E ontem, mais uma vez, mantive novo contato para agendar a entrevista e recebi nova mensagem reafirmando a sua disnonibilidade:
@neudocampos ok, estou a disposição.

Agora há pouco enviei as dez perguntas da entrevista twitada pelo serviço de direct message do Twitter para o deputado Neudo Campos. Tão logo receba as respostas, postarei a entrevista aqui no blog.

Aguardem.

Este blog está de férias

By Luiz Valério → quinta-feira, 28 de janeiro de 2010
Meus @migos,

Ando ausente por esses dias, pois estou em viagem de férias aqui no Ceará. Sol, água e convívio com a família.
Não tenho acompanhado a política roraimense. Por isso, não tenho atualizado o blog com os textos apimentados de sempre.
Mas volto logo e, aí, tudo voltará ao normal.
Sempre que tiver alguma novidade, virei aqui contar pra vocês.
Por enquanto é isso. Deixo meu abraço fraterno a todos que têm passado por aqui.

Escola de Música de RR – 25 anos sem regulamentação

By Luiz Valério → quarta-feira, 20 de janeiro de 2010


Tem pessoas que acham que pego muito no pé dos políticos de Roraima. Outros dizem que estou fechando portas futuras, etc., etc. devido às constantes críticas que faço aqui neste blog à inércia, mau-caratismo e incompetência de certas figuras políticas daqui. Pois bem, vejam se eu não tenho razão.

A Escola de Música de Roraima tem nada menos de 25 anos de criação e até hoje não está regulamentada para funcionar. Ou seja, durante o tempo em que funcionou o fez de forma totalmente irregular. Isso é uma demonstração da falta de políticas educacionais efetivas. Também, a Secretaria de Educação só tem servido para barganha política e como balcão de negócios.

Além da falta de regulamentação, um outro problema [e um dos mais graves] da Escola de Música é a carência de pessoal qualificado para trabalhar. Faltam profissionais com formação em música. Os três concursos realizados não atenderam à necessidade da instituição.

Ontem, durante a reunião do Fórum Permanente de Cultura de Roraima eu conversava com a professora Elena Fioreti, do Conselho Estadual de Cultura - que conhece bem o problema.

Ela me contava que em 2001/2002 pensou-se em fazer um convênio com a Universidade Federal do Pará para a realização de um curso de Pós-Graduação em Música para qualificar aqueles professores formados em Letras, História, enfim na área das Ciências Humanas – aqui de Roraima, de forma a atender as necessidades da Escola de Música.

No entanto, as autoridades constituídas não deram a devida atenção ao projeto. Outro complicador foi o "muda-muda" de secretários de Educação – como sempre – que fez com que o projeto fosse engavetado até hoje.

Por outro lado, o modelo conservatório, adotado pela escola de música não é mais viável. A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) não aceita mais esse modelo. Segundo Elena Fioreti, a idéia é transformar a velha e já deficiente Escola de Música num Centro Técnico-Educacional para Música e Teatro. "O Ministério da Educação, inclusive, apóia esse projeto", disse Fioreti. Dessa forma seria possível formar profissionais para atender a toda a cadeia produtiva das artes cênicas e da música.

Mas, a única nota que parte dos políticos roraimenses conhece é o tilintar das moedas no cofre e o som da caixa registradora [aquela antiga]. Miopia da brava, falta de visão de futuro e, o que é pior, total falta de compromisso com a Educação. Como costumo dizer: é Roraima avançando de volta para o passado.


Eleições 2010 em Roraima - O que será, que será?

By Luiz Valério → terça-feira, 19 de janeiro de 2010



Quais propostas os candidatos ao Governo de Roraima (@roraima_gov) deverão tirar das mangas na próxima campanha? Estou ansioso para ver. Sabe-se que já tem marketeiros trabalhando na construção de candidatos.

O atual governador e candidato à reeleição José de Anchieta Júnior (psdb) vai prometer a continuidade dos projetos? Se for, teremos de nos preparar para mais quatro anos de atropelos, mudanças constantes no comando das secretarias e endividamento do Estado até a estratosfera. Por que programa administrativo mesmo ele não implantou nenhum até agora.

E Neudo Campos (@neudocampos), do Partido Parasita, digo do Partido Progressista (PP)? Vai prometer que tudo voltará a ser como era no seu tempo? Dinheiro frouxo para todo mundo, folhas suplementares fraudulentas, programas importantes como o PROPEC (Programa de Desenvolvimento da Agropecuária) interrompido por picuínhas e desvios internos? Criação de gafanhotos em cativeiro?
O que virá de promessas?

E o senador Mozarildo Cavalcanti (PTB), que se coloca como o "candidato filho da terra"? O que se poderá esperar dele? Um rosário de  lamentações pela já mais que sacramentada demarcação da Terra Indígena Raposa Serra do Sol em área contínua? Ou uma nova cruzada contra o novo moínho de vento que é o tal Parque Nacional do Lavrado?

E os candidatos aos cargos proporcionais em nível federal e estadual? Vão prometer fiscalização séria e independente do Executivo [para inglês ver]? O que poderemos esperar de fato?

Falta pouco para saber quais e como essas figuras vão tentar se vender para o eleitorado.
Se bem que o eleitorado local tem se mostrado facinho, facinho de enganar. Tomara que algo tenha mudado, apesar de não acreditar muito nisso.

Donativos para o Haiti: quem confia no Chhai?

By Luiz Valério → segunda-feira, 18 de janeiro de 2010
Avisa o jornalista Jessé Souza no Twitter:

@JesseSouza Na Praça do Centro Cívico, quatro candidatos declarados dizem que estão fazendo solidariedade ao Haiti, um deles Chhai Kwwo Chheng

Pois é, meus @migos, desde sábado que vejo essa movimentação lá pelas bandas da Praça do Centro Cívico. Não sabia direito quem eram os responsáveis pela tal campanha de arrecadação de donativos e dinheiro para as vítimas do terremoto no Haiti.

Mas, cá para nós e solidariedade à parte: dá para confiar um pouquinho sequer nesses candidatos aventureisos que escolhem ou já escolheram Roraima para aplicar golpes?

Você doaria o seu dinheiro ou qualquer coisa que seja para uma campanha na qual Chhai Kwwo Chheng (só por curiosidade, visite este link) está metido. Ele e outros camaradas que bem sabemos qual a sua índole.

Nessas horas, não há como não fazer prejulgamentos.

Edital da Assembléia sai sem lista de conteúdos

By Luiz Valério →
O edital do Comcurso Público da Assembleia Legislativa já está disponível no site do CETAP (clique no link para ler o edital).

Só tem um problema: o edital saiu sem a relação de conteúdos. Tem a relação de disciplinas nas quais os candidatos serão avaliados, mas a realação de conteúdos a serem estudados não consta do documento.

De qualquer forma, faça o download do Edital, se for do seu interesse, leia direitinho para se inteirar das regras do jogo, escolha o cargo pretendido e inscreva. Ou recorra junto ao órgão realizador do certame pela ausência da relação de conteúdos.

É isso.

O Tepequém e a falta de políticas para o Turismo

By Luiz Valério →
Sexta-feira passada fui ao Tepequém. Um pedaço do paraíso com o qual Roraima foi presenteado.
Paisagem de deixar qualquer ser humano em estado de êxtase.
Porém, a estrada que leva até lá tem péssima sinalização. Ou quase não tem sinalização.
Um trecho ainda está em obra. Asfalto sendo refeito.
Quando será que os políticos roraimenses vão aprender a investir no turismo ecológico?
Acredito que esta é, de fato, uma das vocações desse Estado. Mas falta visão a quem o governa.

Assembleia Legislativa de Roraima lança edital de concurso; 78 vagas disponíveis

By Luiz Valério →


Semana passada muitas pessoas me abordaram para perguntar se eu tinha alguma notícia do concurso da Assembléia Legislativa de Roraima. A todas elas disse que não, que o edital ainda não havia saído.

No jornal do final de semana, saiu uma notícia informando que o lançamento do edital, previsto para aqueles dias, tinha sido adiado para esta semana que se inicia.

Hoje, me deparei com a notícia no blog do Jornalista Wirismar Ramos, da Assessoria de Comunicação da Casa, informando sobre o lançamento do edital.

A Assembléia vai abrir concorrência para o preenchimento de 78 vagas, incluindo os níveis de escolaridade Superior, Médio e Fundamental. A remuneração vai de R$ 550,00 (nível fundamental) a R$ 1.897,68 (nível superior). Mas o edital mesmo só estará disponível logo mais à tarde. Abaixo, segue a relação das vagas ofertadas:


ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE RORAIMA
CONCURSO PÚBLICO NO 001/2009
EXTRATO DO EDITAL COMPLETO
A Assembleia Legislativa do Estado de Roraima torna pública a realização do Concurso Público 001/2009 destinado a selecionar candidatos para provimento de cargos de Nível Superior, Médio e Fundamental.
1- DOS CARGOS:
Nível Superior: Cargo 01: Administrador – 02 vagas; Cargo 02: Administrador Legislativo – 02 vagas; Cargo 03: Advogado – 02 vagas; Cargo 04: Analista Ambiental – 02 vagas; Cargo 05: Assessor Técnico Legislativo – 03 vagas; Cargo 06: Analista de Sistema – 02 vagas; Cargo 07: Assistente Social – 01 vaga; Cargo 08: Biblioteconomista – 01 vaga; Cargo 09: Contador – 02 vagas; Cargo 10: Economista – 02 vagas; Cargo 11: Enfermeiro – 01 vaga; Cargo 12: Engenheiro Civil – 01 vaga; Cargo 13: Engenheiro Elétrico – 01 vaga; Cargo 14: Gestor Público – 02 vagas; Cargo 15: Jornalista – 02 vagas; Cargo 16: Pedagogo – 01 vaga; Cargo 17: Psicólogo – 01 vaga; Cargo 18: Médico Cardiologista – 01 vaga; Cargo 19: Médico Clínico Geral – 01 vaga; Cargo 20: Publicitário – 01 vaga; Cargo 21: Revisor – 02 vagas; Cargo 22: Relações Públicas e Cerimonial – 01 vaga; Cargo 23: Secretário Executivo Bilíngüe(Espanhol)- 01 vaga; Cargo 24: Secretário Executivo Bilíngüe(Inglês)- 01 vaga; Cargo 25: Tradutor (inglês)- 01 vaga; Cargo 26: Tradutor (espanhol)- 01 vaga.
Nível Médio: Cargo 01: Assistente Legislativo – 03 vagas; Cargo 02: Digitador – 02 vagas; Cargo 03: Técnico em Enfermagem – 02 vagas; Cargo 04: Programador – 02 vagas; Cargo 05: Secretaria – 01 vaga; Cargo 06: Repórter Fotográfico – 02 vagas; Cargo 07: Taquigráfo – 02 vagas; Cargo 08: Técnico em Contabilidade – 01 vaga; Cargo 09: Técnico em Edificações – 01 vaga; Cargo 10: Técnico em Informática – 02 vagas; Cargo 11: Técnico em Segurança do Trabalho – 01 vaga; Cargo 12: Técnico em manutenção – 02 vagas; Cargo 13: Repórter Cinematográfico – 02 vagas.
Nível Fundamental: Cargo 01: Auxiliar de serviços gerais – 03 vagas; Cargo 02: Copeiro – 04 vagas; Cargo 03: Garçom – 02 vagas; Cargo 04: Motorista – 03 vagas; Cargo 05: Operador de áudio – 02 vagas; Cargo 06: Telefonista – 03 vagas.
2- DAS INSCRIÇÕES: De 25 de janeiro de 2010 a 01 de março de 2010.
3- DA PROVA: A Prova Objetiva de Múltipla Escolha será realizada no dia 04 de abril de 2010.
4- DAS INFORMAÇÕESO Edital completo e seus anexos estão disponíveis no endereço eletrônico http://www.cetapnet.com.br



Boa Vista-Roraima, 15 de janeiro de 2010.
Assembleia Legislativa do Estado de Roraima

Só repetindo: O Edital completo e seus anexos estão disponíveis no endereço eletrônico http://www.cetapnet.com.br logo mais à tarde.


Desde já, desejo boa sorte a todos que pretendem concorrer a uma das vagas.

Bom final de semana a todos!

By Luiz Valério → sábado, 16 de janeiro de 2010
Aos que passarem por aqui, desejo um excelente final de semana. Volto a postar na segunda-feira (18). Não esqueça de deixar seu comentário. Blog é feito de posts e comentários. Só assim ele faz sentindo, pois seu objetivo é a interatividade. Grande abraço!

Atacadistas e Governo Roraima iniciam queda de braço sobre dívidas em atraso

By Luiz Valério →


A queda de braço entre a diretoria da Associação dos Distribuidores e Atacadistas do Estado de Roraima (ADA-RR) e o Governo do Estado está ficando boa. Na quinta-feira (14), a diretoria da ADA divulgou nota na imprensa informando a suspensão no recebimento do Vale Solidário, até que o governo paga do débito referente aos meses de novembro e dezembro. A dívida do governo para com os atacadistas é superior a R$ 7,8 milhòes, conforme o presidente da ADA, Antônio Parima. Ontem, sexta-feira (15), em resposta à cobrança pública feita pela Associação dos Atacadistas, o secretário de Estado da Fazenda Leocádio Vasconcelos desmentiu os valores informados por Antônio Parima. De acordo com o secretário Vasconcelos, o débito em atraso do governo para com a ADA é de apenas R$ 3,4 milhões, montante referente aos dias 28, 29 e 30 de dezembro do ano passado. Hoje, uma nova nota pública da ADA diz que o secretário da Fazenda está equivocado e que "as informações divulgadas pela mesma [ADA] são idôneas e anseia (sic) uma parceria amistosa com o Estado, com o propósito de fortalecer a economia e o desenvolvimento do Estado de Roraima. Quem estará mentindo? O governo ou a Associação dos Atacadistas?

Desabafo de pesquisador da Unicamp no Haiti

By Luiz Valério → sexta-feira, 15 de janeiro de 2010
O blog dos Pesquisadore da Unicamp no Haiti passou a atrair a atenção de internautas do mundo inteiro. Lá estão feitos registros honestos e dramáticos sobre a tragédia que matou mais de 40 mil pessoas naquele país caribenho. Abaixo o desabafo do pesquisador e blogueiro Otávio Calegari Jorge


"(...) A ONU gasta meio bilhão de dólares por ano para fazer do Haiti um teste de guerra. Ontem pela manhã estivemos no BRABATT, o principal Batalhão Brasileiro da Minustah. Quando questionado sobre o interesse militar brasileiro na ocupação haitiana, Coronel Bernardes não titubeou: o Haiti, sem dúvida, serve de laboratório (exatamente, laboratório) para os militares brasileiros conterem as rebeliões nas favelas cariocas. Infelizmente isto é o melhor que podemos fazer a este país.
(...)
Me incomoda a ânsia por tragédias da mídia brasileira e internacional. Acho louvável a postura de nossa fotógrafa de não sair às ruas de Porto Príncipe para fotografar coisas destruídas e pessoas mortas. Acredito que nenhum de nós gostaria de compartilhar, um pouco que seja, o que passamos ontem.
Infelizmente precisamos de mais uma calamidade para notarmos a existência do Haiti. Para nós, que estamos aqui, a ligação com esse povo e esse país será agora ainda mais difícil de ser quebrada.
Espero que todos os que estão acompanhando o desenrolar desta tragédia também se atentem, antes tarde do que nunca, para este pequeno povo nesta pequena metade de ilha que deu a luz a uma criatividade, uma vontade de viver e uma luta tão invejáveis".


Leia o post completo Haiti: estamos abandonados. Esse texto obteve 115 comentários.

Governo Federal destinou R$ 180 milhões para obras de Saneamento em RR no ano de 2007. Cadê esse dineiro?

By Luiz Valério →


Tão logo tomei conhecimento do envio dos projetos de lei pelo governador José de Anchieta Júnior (PSDB) - já aprovados pela Assembléia Legislativa e publicados no Diário Oficial do Estado de Roraima - puxei pela memória e lembrei-me que o então governador Ottomar Pinto havia assinado, em agosto de 2007, um convênio com o Governo Federal que beneficiaria Roraima com repasses de recursos da ordem de R$ 39 milhões para urbanização e R$ 180 milhões para saneamento básico. Um total de R$ 219 milhões. Ou seja, a mesma finalidade dos empréstimos que o gestor atual está contraindo junto à Caixa Econômica Federal (CEF). O repasse dos recursos estava previsto no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A previsão era que o governo Lula repassasse, através do PAC, R$ 6,8 bilhões de reais para 12 estados brasileiros, Roraima incluído.

Partícipe da solenidade de assinatura do convênio, o Senador Romero Jucá (PMDB), que hoje é parceiro e conselheiro do governador Anchieta Júnior (as más línguas dizem que é ele quem governa de fato o Estado), disse na ocasião que o apoio do governo federal era uma demonstração de compromisso do presidente Lula com o Estado de Roraima. E acrescentou: "A população de Boa Vista vai receber nos próximos meses obras de drenagem, esgoto, asfaltamento, abastecimento de água e saneamento". Alguém viu essas obras? Eu também não. E agora vem o tal empréstimo.


Lembro-me bem de ter ido a uma entrevista no Palácio Senador Hélio Campos onde o então mandatário estadual, Ottomar Pinto, anunciou o convênio e informou que logo as obras de saneamento e drenagem iriam começar. Não deu tempo. Ele faleceu em 11 de dezembro daquele ano. Mas os recursos assegurados no convênio ficaram aí. E eu me pergunto: onde está esse dinheiro? Foi liberado? Não foi? Se foi, onde está ele? Seria mesmo necessário contrair esse empréstimo junto à CEF agora? Caso os recursos daquele convênio de 2007 não tenham sido liberados, não seria melhor usar da influência que o senador Romero Jucá tem (ou diz ter) junto ao governo federal para "resgatar" esse dinheiro?


A memória fraca é um dos males dos brasileiros em geral e dos roraimenses em particular. Mas cá estamos nós para lembrar de determinadas coisas que não podem ser esquecidas.

Um governo endividado e caloteiro

By Luiz Valério → quinta-feira, 14 de janeiro de 2010
O governo de Roriama anda mesmo desacreditado. Hoje a Associação dos Distribuidores e Atacadistas de Roraima (ADA-RR) publicou nota no jornal Folha de Boa Vista, comunicando que a diretoria a entidade composta por 11 empresas atacadistas e distribuídoras não vai receber o tal Vale Solidário, enquanto o governo não pagar os débitos referentes aos meses de novembro e dezembro de 2009. Os atacadistas também querem o estabelecimento de um calendário físico e financeiro "que atenda às necessidades econômicas" da Associação. E entidade filiada à Associção Brasileira dos Atacadistas e Distribuídoras.

Ou seja, o governo estadual parcela o pagamento dos professores, se endivida todo, e ainda dá calote nos atacadistas. A situação está mesmo complicada. Uma nota pública com esse teor é de uma gravidade imensa. Não bastasse isso, temos notícias de hospitais sem médicos e medicamentos e em condições físicas precárias, escolas sem material, merenda sem qualidade etc. Eu não tenho nenhuma simpatia pela pré-candidatura de Neudo Campos, nenhuma mesmo, mas desse jeito o governador José de Anchieta Júnior (PSDB), que é candidato à reeleição, está entregando o ouro de bandeja para o inimigo. É muito pepino e abacaxi junto cultivado por um único governo.

Terremoto no Haiti: blog de pesquisadores passa a ser a principal fonte de informação de jornalistas brasileiros

By Luiz Valério → quarta-feira, 13 de janeiro de 2010
Mais uma vez, a mídia blog mostra o seu potencial e diferencial em relação aos veículos de comunicação impressos e eletrônicos. Estou acompanhando o blog dos Pesquisadorea da Unicamp no Haiti e vejo que ele tem servido de fonte de informação para jornais de São Paulo e outros estados brasileiros. Mitos são os comentários deixados no blog, por editores de veículos de comunicação, como o Jornal Hoje e a TV Aparecida, de São Paulo, em busca de notícias e informações. Um exemplo é o Eduardo Gegório, do JH, que deixou comentário solicitando uma entrevista pelo Skype com os pesquisadores que mantém o blog:

Passei a manha toda tentando falar com vcs. Será que vcs podem entrar em contato comigo. Trabalho no Jornal Hoje, em São Paulo. Quero tentar uma entrevista com vcs pelo skype. haveria possibilidade? Vcs estao conseguindo registrar tudo isso por imagens e fotos. Estamos com dificuldades para entrar aí. Por favor, se possível mande essas imagens e informações para meu e-mail. eduardo.gregorio@tvglobo.com.br. Por favor, mande o contato de alguem no skype!! Um abraço e fiquei seguros e com Deus.
Outro que também recorreu ao blog e aos blogueiros em busca de informação foi o jornalista Ocar Herique Cardoso, que deixou o seguinte comentário no blog dos pesquisadores:

Quero neste momento encaminhar as sinceras e reais condolências a vocês pelo ocorrido no Haiti. Sou jornalista e também gostaria de saber se vocês tem, além do blog, uma outra forma de contato, telefônico, por celular, enfim, como a gente pode falar com vocês. Um abraço, Oscar Henrique Cardoso
Outro jornalista da TV Aparecida, Thiago Domingos de Farias, não se fez de rogado e se dirigiu ao blog em busca de informação:


Olá, trabalho no jornalismo da Tv Aparecida e estou acompanhando o relato de vocês do Haiti. Como vocês estão postando estes textos? Como está a comunicação no país? Tem alguma cobertura de veículos de imprensa haitianos? Essa situação de ausência de ajuda de tropas internacionais permanece? Vocês se sentem tranquilos para sair e ajudar pessoas nas ruas ou a situação de insegurança, como está descrito, continua? Parabéns pelos textos e estamos acompanhando.
Emissoras de rádio brasileiras como a gigante das Organizações Glog, CBN, igualmente recorrem aos pesquisadores blogueiros em busca de informações e pedidos de entrevistas. Eis a solicitação deixada na caisa de comentários do blog por Valter Sena, editor chefe, da CBN Campinas:


Gostaria de fazer uma entrevista com vocês para a programação aqui da CBN Campinas. Vcs têm alguma forma de comunicação fonada? Rádio, Telefone, Skipe ou celular. Mande um e-mail para mim com a resposta. abraço!
Por fim, os jornalistas como Valter Senna, da rádio CBN Campinas,  Flávio Freire, do jornal O Globo, e ainda uma repórter da Veja e da TV Brasil deixaram comentários em busca de informação.

Eu mesmo deixei um comentário no blog solicitando dos pesquisadores informações sobre a possível presença de brasileiros entre as vítimas do terremoto, uma vez que militares roraimenses também participam (ou participaram) da missão internacional que foi trabalhar pelo restabelecimento da paz naquele país da América Central.

Até bem pouco tempo, a mídia tradicional desdenhava de blog e de blogueiros, mas esses homens-mídia se mostraram capazes de superar barreiras geográficas e as condições mais adversas para relatar situações que outros meios ainda chegam com certo atraso. Os blogs são, enfim, a mída do presente. Porque o futuro já chegou.

Os relatos em tom pessoal de quem presenciou situações como os tremores no Haiti obrigam os jornais a ficarem atentos à chamada nova mídia. Afinal, por trás dos blogs estão pessoas, que com sentimentos e emoções escrevem relatos que, muitas vezes, ultrapassam em riqueza de detalhes qualquer matéria jornalística que se possa escrever. Este é o caso do blog do Pesquisadores da Unicamp no Haiti, cujos mantenedores são "testemunhas oculares" de uma história trágica.

“ Este post está participando do Concurso Profissão Blogueiro, que vai premiar três blogueiros com netbook e kit completo para quem quer ter um blog de sucesso. Acesse: http://www.ideiasnoar.com.br/profissaoblogueiro. ”

Blogueiros brasileiros no Haiti relatam tragédia. Rezemos pelo Haiti

By Luiz Valério →
Começam a surgir os primeiros relatos de blogueiros brasileiros sobre o desastre no Haiti:

Pesquisadores da Unicamp no Haiti mantém um blog e relatam o desespero dos haitianos com a fúria da natureza, que fez a terra tremer ontem:


"As pessoas começaram a levantar os braços gritando “Jesus” e “Bon Dieu”, um posto de gasolina explodiu na quadra ao lado e feridos apareciam aos montes, dentro e fora dos escombros. Caminhamos em direção à casa do Viva Rio, onde estamos hospedados. Somos cerca de 15 brasileiros na casa 

(...) 

Assim, Porto Principe veio a baixo. (...)


Ontem dormimos no jardim da casa ao som dos cantos de pessoas que velavam seus parentes e vizinhos. Por sorte, acordamos e ainda enxergávamos".

Conta-nos o pesquisador e blogueiro Rodrigo.


Como eu disse no Twitter (@valerio34) hoje pela manhã, 2010 não esperou 2012 chegar. Se encarregou de acabar com o mundo para várias pessoas logo nos seus primeiros dias. É Mãe Terra cobrando a fatura dos abusos patrocinados por nós, humanos, seres supostamente racionais. Há controvérsias. E muitas.

De sua parte, o presidente da República. Luiz Inácio Lula da Silva, fez divulgar nota de solidariedade às vítimas do terremoto:

Profundamente consternado com a tragédia que atingiu o Haiti, ao qual nos sentimos vinculados fraternalmente em razão da presença da Força de Paz liderada pelo Brasil, transmito meu pesar e minha total solidariedade ao povo haitiano e à família das vítimas brasileiras, civis e militares, em especial à de Zilda Arns, coordenadora da Pastoral da Criança e da Pastoral da Pessoa Idosa e conselheira do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social. Que Deus dê conforto a todos nesse momento doloroso.
 Fonte: Congresso em Foco

O ocorrido me fez lembrar da música Haiti, de Caetano Veloso:


Quando você for convidado pra subir no adro
Da fundação casa de Jorge Amado
Pra ver do alto a fila de soldados, quase todos pretos
Dando porrada na nuca de malandros pretos
De ladrões mulatos e outros quase brancos
Tratados como pretos
Só pra mostrar aos outros quase pretos
(E são quase todos pretos)
E aos quase brancos pobres como pretos
Como é que pretos, pobres e mulatos
E quase brancos quase pretos de tão pobres são tratados
E não importa se os olhos do mundo inteiro
Possam estar por um momento voltados para o largo
Onde os escravos eram castigados
E hoje um batuque um batuque
Com a pureza de meninos uniformizados de escola secundária
Em dia de parada
E a grandeza épica de um povo em formação
Nos atrai, nos deslumbra e estimula
Não importa nada:
Nem o traço do sobrado
Nem a lente do fantástico,
Nem o disco de Paul Simon
Ninguém, ninguém é cidadão
Se você for a festa do pelô, e se você não for
Pense no Haiti, reze pelo Haiti
O Haiti é aqui
O Haiti não é aqui
E na TV se você vir um deputado em pânico mal dissimulado
Diante de qualquer, mas qualquer mesmo, qualquer, qualquer
Plano de educação que pareça fácil
Que pareça fácil e rápido
E vá representar uma ameaça de democratização
Do ensino do primeiro grau
E se esse mesmo deputado defender a adoção da pena capital
E o venerável cardeal disser que vê tanto espírito no feto
E nenhum no marginal
E se, ao furar o sinal, o velho sinal vermelho habitual
Notar um homem mijando na esquina da rua sobre um saco
Brilhante de lixo do Leblon
E quando ouvir o silêncio sorridente de São Paulo
Diante da chacina
111 presos indefesos, mas presos são quase todos pretos
Ou quase pretos, ou quase brancos quase pretos de tão pobres
E pobres são como podres e todos sabem como se tratam os pretos
E quando você for dar uma volta no Caribe
E quando for trepar sem camisinha
E apresentar sua participação inteligente no bloqueio a Cuba
Pense no Haiti, reze pelo Haiti
O Haiti é aqui
O Haiti não é aqui

Rezemos todos nós pelo Haiti. E quem puder ajudar com doações que o faça.

PNDH - um post-debate feito de twitadas

By Luiz Valério →
Boa tarde @migos,

O post abaixo é para quem não acompanha os debates no Twitter. Lá, as discussões sobre o Plano Nacional de Direitos Humanos, lançado recentemente pelo Governo Federal rende são acaloradas. Reuni todas as minhas postagens feitas no Twitter (@valerio34) sobre o assunto hoje no texto abaixo, com as devidas adequações de estilo.

Confira:

Espanta-me ver jornalistas até inteligentes repetindo a ladainha reacionária de que o Plano Nacional de Direitos Humanos (link para o documento integral em PDF) é atentatório à liberdade de expressão e de imprensa. Na verdade, o PNDH apenas busca fazer cumprir o Artigo 221 da Constituição Federal.

Só lembrando: o Artigo 221 da CF 88 prega que a produção e a programação das emissoras de rádio e televisão devem dar preferência a finalidades educativas, artísticas, culturais e informativas. Diz também que a programação das tvs e emissoras de rádio devem promover o "respeito aos valores éticos e sociais da pessoa e da família".

No entanto, os reality shows, novelas e programas pseudo-artísticos das nossas emissoras mais deformam do que formam o caráter dos telespectadores. Mas o tema Direitos Humanos não vende, não dá lucro e a sua defesa ainda pode comprometer os privilégios de alguns que só o defendem da boca pra fora.

Este é um tema complexo que ainda vai suscitar muita polêmica. Aliás, a polêmica só está começando. A defesa da liberdade de expressão e da prática da cidadania tem sido uma das minhas práticas cotidianas. Quem me conhece e me acompanha no dia a dia sabe disso. Mas esse mercado negro da Comunicação brasileira precisa de regras para diminuir os abusos. Do contrário, que se rasgue a Constituição de 1988.

Entendo que a CF 88 precisa ser lida, interpretada e praticada em seu conjunto. Um artigo dá sustentação ao outro, que sustenta outro e até o contradiz. O que eu sei é que o vale tudo da Comunicação tupiniquim tem feio uma lavagem cerebral danosa à grande massa. Daí a nossa situação política.

Me acompanhe pelo Twitter (@valerio34 e @luizvalerio) e não perca os debates. Alto nível.

Nada será mais como era antigamente

By Luiz Valério → terça-feira, 12 de janeiro de 2010


Olá @migos,

2010 chegou e nós, brasileiros, teremos a primeira eleição onde o elemento Web poderá fazer uma diferença significativa no processo de debate. Com blogueiros e twiteiros sempre vigilantes, nada mais será como era antigamente, quando o assunto são as eleições.

Depois de um upgrade na percepção em relação à importância da Web para os processos de comunicação e relacionamentos nessa era digital por parte daqueles que fazem as leis no Brasil, este será o primeiro pleito em que a Internet poderá ser usada de forma abrangente sem as restrições anacrônicas até então impostas pela Justiça Eleitoral. Pelo menos é o que eu espero.

No próximo pleito, jornalistas, candidatos e eleitores poderão usar blogs e redes sociais para promover uma comunicação direta entre si numa via de múltiplas mãos que possibilitará maior interação e disseminação de informação. Na Web, a informação circula em alta velocidade, desconhecendo barreiras geográficas e temporais.

Aqui em Roraima, apesar das dificuldades de acesso, já amenizadas um pouco depois da chegada da banda larga, que não é tão larga assim, será um momento ímpar de experimentar o potencial da Web para acompanhar e fiscalizar candidatos, se antecipando à própria Justiça e à mídia tradicional.

Percebo por aqui um movimento de potenciais candidatos e assessores buscando aprender a usar todas essas ferramentas virtuais para tentar tirar o maior proveito possível delas. O palanque, desta feita, estará desterritorializado, descentralizado.

Como disse o meu amigo e professor Carlos Castilho em seu blog Código Aberto, no Observatório da Imprensa, “A opinião pública demonstra nítidos sinais de orfandade em matéria de espaços políticos convencionais, porque os partidos políticos foram transformados em agências de empregos públicos distribuídos por critérios eleitorais”.

E não podendo confiar em partidos políticos nem nos políticos propriamente ditos, que escondem dinheiro em cuecas e meias e que abusam dos bens públicos, passeando de jatinho para cima e para baixo, os cidadãos usarão ou poderão usar, se assim o quiserem, um canal de expressão que a um só tempo é anárquico e libertário: a internet robustecida pelas redes sociais que nela se formaram.

Twitter, blogs, Facebook, Orkut, etc., serão cada vez mais transformados e ágoras, bares virtuais, fóruns de debates que poderão ser usados de forma a causar impacto nas decisões a serem tomadas e nos caminhos a serem seguidos por aqueles que se colocarem no jogo eleitoral, com o objetivo de conquistar coração e mente dos eleitores.

Crédito da imagem: Site Visão Jurídica

Sobre os ensinamentos de Maquiavel e as eleições em Roraima

By Luiz Valério →
O blog Fato Real, do colega jornalista Wirismar Ramos (@wirismar), traz hoje um texto sob o título "Os fins justificam os meios?", muito bem escrito pela sua colaboradora Orlen Kelly, sobre os meios (ações) realizadas pelo governo (leia-se governador) de Roraima para atingir determinado objetivo (sua reeleição). A autora pondera - fazendo um resgate dos ensinamentos de Maquiavel, distorcidos muitas vezes por seus intérpretes - que nem todos os meios utilizados pela administração podem ser considerados legítimos ou mesmo que podem gerar um resultado completamente diferente do esperado pelo gestor/candidato. Eis um trecho do texto de Kelly para sua apreciação, querido leitor:

No caso do Governo de Roraima, os meios devem ser analisados a partir das primeiras ações deste ano eleitoral. Falemos da Secretaria de Estado do Trabalho e Bem-Estar Social (Setrabes), por exemplo. Durante as eleições, os candidatos governistas (falo dos que possuem casta, os brâmanes) precisarão da Setrabes para chegar camuflados e disfarçados de ação social nos municípios. São os “meios” de sensibilizar o povo de que eles precisam do Governo para ganhar rede, mosquiteiro, e cesta básica.
Aliás, parece que só existe isso no mundo para presentar o pessoal aqui em Roraima. Ou será que o (des)Governo acredita que investir na EDUCAÇÃO é trazer um astronauta para falar de robótica para alunos das escolas do centro da cidade (da periferia não póóóde!), que investir na SAÚDE é comprar tylenol e investir na SEGURANÇA é aumentar o número de guarda-costas para a família?
Bem, muitas ações (os meios) já estão acontecendo, com centenas redes e cestas básicas distribuidas aos pais, juntamente com os brinquedos para as criancinhas durante o arrastão que o Governo está realizando em todos os municípios de Roraima.

O texto postado no blog Fato Real é um alento, pois deixa claro que outras cabeças pensantes também vêem as coisas que eu vejo. E não calam. Bom seria se o povo também conseguisse enxergar, ler nas entrelinhas. Ainda acalento a esperança de que os eleitores hão de tomar consciência da sua responsabilidade quanto ao destino do governo de um estado e de um país.

A herança maldita que Juninho vai nos deixar

By Luiz Valério →
O endividamento do Estado de Roraima nesta gestão do governador Anchieta Júnior (PSDB) - que, diga-se, assumiu o governo com uma bela reserva de caixa - deve preocupar a todos os roraimenses.

A jornalista Cyneida Correia (@cyneida) fez as contas e chegou à seguinte conclusão, postada na rede social Twitter:

cyneida O gov Juninho Acelera Parcelado no Escuro emprestou 950 milhoes de reais e somos 420 mil moradores de mamando a caducando


cyneida Tadinho d netos,bisnetos RT @juhnlima Tadinho d meus filhos! @cyneida emprestimos d gov Juninho Acelera no Escuro cda 1 d nós deve R$ 2.261

É uma situação deveras preocupante. Vale salientar ainda que parte dos empréstimos contraídos foi para injetar numa massa falida, extinta e ressuscitada duas vezes, chamada Companhia de Desenvolvimento de Roraima (Codesaima), que nunca produziu nada a não ser dívidas e escândalos.

Governo de Roraima quer fazer novo empréstimo de R$ 95,4 milhões

By Luiz Valério → segunda-feira, 11 de janeiro de 2010
Abaixo, o release da Assessoria de Comunicação da Assembléia, falando sobre o assunto:

O governador José de Anchieta (PSDB) convoca a Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) para sessão extraordinária nesta segunda-feira, dia 11, às 15 horas, para apreciar dois projetos de lei que autorizam o Executivo a contratar operação de crédito interna, com a Caixa Econômica Federal (CEF), no montante de 95,4 milhões de reais.O primeiro projeto de lei do Executivo Estadual, no valor de R$ 25.433.003,00, trata da contratação de crédito interna para financiamento do empreendimento de otimização e ampliação do Sistema de Abastecimento de Água de Boa Vista. E o segundo, no montante de R$ 70 milhões, visa o financiamento do empreendimento de Ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário de Boa Vista, ambos habilitados junto ao Ministério das Cidades.Com base no artigo 30, § 6º, II, da Constituição do Estado de Roraima, os deputados atenderão a convocação do Executivo Estadual e estarão reunidos logo mais, a partir das 15 horas.

Nota do editor

Nunca é de mais lembrar que o Estado de Roraima já está contraiu dívidas de mais de R$ 800 milhões sob a gestão de José de Anchieta Júnior.

Eleições na era digital

By Luiz Valério → sexta-feira, 8 de janeiro de 2010


Neste ano de eleição, este blog pretende ser um canal de debate e análise de propostas dos candidatos que se colocarem para apreciação dos eleitores. Você pode deixar sua opinião e sugestões de pauta na caixa de comentários. O Política com Pimenta está integrado às redes sociais Twitter, Orkut e Facebook, fazendo com que o seu recado chegue mais longe. Aliás, este será um ano para analisarmos a habilidade dos políticos brasileiros e dos seus assessores no que diz ao uso das mídias sociais na campanha. Estarei atento a tudo isso. Participe. Caso não queira comentar aqui no blog, envie um email para luiz.valerio.silva@gmail.com.

Neudo em campanha com a benção de Dilma

By Luiz Valério → quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

O deputado federal Neudo Campos (PP) anuncia em seu Twitter (@neudocampos) "Boa Vista terá R$ 12 milhões em recursos para infraestrutura urbana ainda no 1o semestre. consegui liberar a verba no Ministério das Cidades".
A partir de agora, "Neudão" - o criador de gafanhotos - buscará estar sempre presente na mídia com essas e outras informações e promessas. Faz parte da preparação do terreno para a sua campanha ao Governo de Roraima.
Aliás, me informaram por esses dias que Mr. Neudo teria sido chamada ao gabinete da ministra Dilma Roussef (PT) para uma conversa, na qual ela teria pedido o seu apoio para sua candidatura à Presidência da República e dito que Neudo será seu candidato ao governo aqui em Roraima.
Logo, se confirmada essa parceria, muitas outras notícias como essas vão sugir ao longo dos próximos meses.


Crédito da Imagem: Parlatube

A eleição em roraima vai ser como campeonato de várzea

By Luiz Valério → quarta-feira, 6 de janeiro de 2010


Quem escreve sobre política fica meio sem assunto durante esse período de recesso. Os atores políticos saem de cena e as notícias tornam-se escassas. Tudo o que resta são conjecturas e perspectivas. Aqui em Roraima, por exemplo, os comentários de bastidores versam sobre quais os caminhos e as diversas possibilidades de (re)configuração do cenário político para as próximas eleições.

Por exemplo: é sabido de quem vive os bastidores da política local que o presidente da Assembléia Legislativa teria acertado os ponteiros com Neudo Campos, candidatíssimo ao governo do Estado. Mecias seria "o candidato" ao senado com o apoio de Neudo. Isso significa uma mudança considerável no grupo político do governador Anchieta Júnior (PSDB), pois Mecias de Jesus levará consigo outros deputados sobre os quais tem influência para o grupo do ex-governador. Já fazem parte do time de Neudo: Flamarion Portela, Raul Lima, Ionilson Sampaio e Marília Pinto.

Aí, a pergunta que eu mais tenho escutado é: você acredita que o governador Anchieta Júnior conseguirá se reeleger? Ainda é muito cedo para falar sobre isso, eu sempre respondo. Mas analiso da seguinte maneira: Anchieta tem se mostrado muito impopular, foi a personalidade mais vaiada por essa bandas em 2009. Desentendeu-se com professores, policiais militares, etc. Tem demonstrado inaptidão para o cargo, depois de ter tido um início de governo que arrancou elogios até meus, que não sou muito afeito a elogios a políticos, principalmente oriundos do grupo de Ottomar Pinto.

Na outra ponta está Neudo Campos, um político que se enquadra naquele perfil dos extremamente populares. É muito querido na periferia da cidade e no interior do estado. Mas tem contra si o triste histórico de ter sido protagonista de um dos mais estrondosos escândalos políticos de Roraima nos últimos anos: o malfadado escândalo dos gafanhotos. Carrega nas costas mais de 27 processos sob acusação de peculato, formação de quadrilha e improbidade administrativa. Um currículo só comparável ao de Paulo Maluf, com a diferença de que Neudo tem muito menos tempo de vida pública que o político paulista. Enfim, ainda é difícil prever.

Ou seja, essa eleição vai ser como aqueles campeonatos que só tem times com pernas de pau: vai ser chute na canela para todos os lados e quem conseguir chegar ao final da partida menos contundido poderá marcar um gol de mão nos últimos minutos da prorrogação.

De volta ao meu lar, doce lar

By Luiz Valério → terça-feira, 5 de janeiro de 2010


2010 mal começou e eu já tive que tomar uma decisão radial. Por ter quase certeza que violaram o conteúdo do meu blog então hospedado no Wordpress e apagaram um post que havia escrito no último sábado, 2, resolvi abandonar aquela versão deste Política com Pimenta e retornar para este simples, mas bem resolvido projeto aqui Blogger.com. Isso depois de um ano de ter migrado o Política com Pimenta para a plataforma Wordpress. Explico mais um pouco: sábado passado, por volta das 21h00, escrevi e postei um texto onde fazia uma análise a um só tempo deste ano de 2010 no que diz respeito aos dois principais eventos, a Copa do Mundo e as eleições. Fazia progósticos, críticas aos atores políticos, como sempre, etc. Até ontem pela manhã o texto estava postado no blog. À tarde, para minha surpresa, o texto simplesmente sumiu. Ninguém sabe, ninguém viu. Dizem que eu tenho mania de apelar para a teoria da conspiração, mas como algumas pessoas - por necessidade minha tinham - a senha do blog, suponho que alguém tenha apagado ou por acidente ou de forma proposital. O texto em questão falava sobre os bastidores políticos, acertos de final de ano e comparava os principais competidores ao cargo de governador de Roraima a dois jogadores de times sem estrelas, os velhos pernas-de-pau. Enfim, por via das dúvidas, fiz valer a máxima do Filho Pródigo e retornei à minha velha casa. Conto com a presença de todos vocês aqui. Esta casinha é im pouco mais modesta, mas os receberá com o mesmo aconchego e carinho de sempre.