Sobre os ensinamentos de Maquiavel e as eleições em Roraima

By Luiz Valério terça-feira, 12 de janeiro de 2010
O blog Fato Real, do colega jornalista Wirismar Ramos (@wirismar), traz hoje um texto sob o título "Os fins justificam os meios?", muito bem escrito pela sua colaboradora Orlen Kelly, sobre os meios (ações) realizadas pelo governo (leia-se governador) de Roraima para atingir determinado objetivo (sua reeleição). A autora pondera - fazendo um resgate dos ensinamentos de Maquiavel, distorcidos muitas vezes por seus intérpretes - que nem todos os meios utilizados pela administração podem ser considerados legítimos ou mesmo que podem gerar um resultado completamente diferente do esperado pelo gestor/candidato. Eis um trecho do texto de Kelly para sua apreciação, querido leitor:

No caso do Governo de Roraima, os meios devem ser analisados a partir das primeiras ações deste ano eleitoral. Falemos da Secretaria de Estado do Trabalho e Bem-Estar Social (Setrabes), por exemplo. Durante as eleições, os candidatos governistas (falo dos que possuem casta, os brâmanes) precisarão da Setrabes para chegar camuflados e disfarçados de ação social nos municípios. São os “meios” de sensibilizar o povo de que eles precisam do Governo para ganhar rede, mosquiteiro, e cesta básica.
Aliás, parece que só existe isso no mundo para presentar o pessoal aqui em Roraima. Ou será que o (des)Governo acredita que investir na EDUCAÇÃO é trazer um astronauta para falar de robótica para alunos das escolas do centro da cidade (da periferia não póóóde!), que investir na SAÚDE é comprar tylenol e investir na SEGURANÇA é aumentar o número de guarda-costas para a família?
Bem, muitas ações (os meios) já estão acontecendo, com centenas redes e cestas básicas distribuidas aos pais, juntamente com os brinquedos para as criancinhas durante o arrastão que o Governo está realizando em todos os municípios de Roraima.

O texto postado no blog Fato Real é um alento, pois deixa claro que outras cabeças pensantes também vêem as coisas que eu vejo. E não calam. Bom seria se o povo também conseguisse enxergar, ler nas entrelinhas. Ainda acalento a esperança de que os eleitores hão de tomar consciência da sua responsabilidade quanto ao destino do governo de um estado e de um país.
Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " Sobre os ensinamentos de Maquiavel e as eleições em Roraima "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.