Censura nunca mais [meu retorno ao jornalismo impresso]

By Luiz Valério sexta-feira, 19 de março de 2010

Como anunciei pelo Twitter no início desta semana que se finda, voltei ao jornalismo impresso. A partir deste sábado (20) meus textos poderão ser lidos no semanário Monte Roraima, que passará a ser diário a partir de abril. Daí a minha concovação para foralecer o time. Minha primeira matéria no jornal, como não poderia deixar de ser, aborda os atentados à liberdade de expressão e de imprensa registrados em Roraima nos últimos dias, por meio das tentativas de intimidação aos jornalistas Amílcar Júnior e Andrezza Trajano, da Folha de Boa Vista.

Abaixo, reproduzo o começo da matéria cujo título é “Censura Nunca Mais – Jornalistas na mira dos poderosos”, que você poderá conferir no jornal que estará nas bancas, amanhã:

Os atentados à liberdade de expressão e de imprensa registrados nos últimos dias em Roraima tem elevado a temperatura no já tórrido clima do estado. Na última semana o debate sobre este assunto dominou as rodas de conversa e a rede social Twitter, na internet, depois que veio a público a denúncia sobre as ameaças feitas contra o jornalista Amílcar Júnior, editor-chefe do jornal Monte Roraima. O caso recente da repórter Andrezza Trajano, da Folha de Boa Vista, veio causar ainda mais inquietação no meio jornalístico local. Andrezza foi acionada na Justiça Eleitoral pelo governador José de Anchieta Júnior (PSDB) sob acusação de prática de propaganda negativa antecipada, devido a uma crítica feita ao governador no seu Twitter. Se condenada, poderá pagar multa que vaira entre R$ 5 mil e R$ 10 mil.

Os detentores do poder em Roraima parece desconhecerem tratados internacionais como a Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH) que nos asseguram “a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e idéias por quaisquer meios, independentemente de fronteiras”. O caso do Amílcar merece atenção de todos que defendem a democracia e as liberdades individuais. Desde que começou a imprimir uma linha mais crítica ao semanário mantido pela Diocese de Roraima, o jornalista passou a receber ameaças. Porém, não se sabe ao certo de onde partem, o que faz com que o sinal vermelho fique acionado, uma vez que se trata de um “inimigo” invisível, apenas presumido.

Como a matéria foi produzida - Esta matéria foi escrita depois de feitas consultas a advogados e de serem ouvidos os jornalistas ameaçados, os políticos que se pronuciaram a respeito e o comunicólogo Avery Veríssimo, que diz que os atentados à liberdade de expressão institui a falta de transparência necessária ao trato com a coisa pública. O objetivo é repercutir o debate que perdurou durante toda a semana na imprensa roraimense e na rede social Twitter.

Technorati Marcas: blogosfera política,blog,twitter,comunicação,jornalismo

Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " Censura nunca mais [meu retorno ao jornalismo impresso] "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.