Roberto Jefferson: 'Governo do PT não quer aliados. Quer prostitutas"

By Luiz Valério sexta-feira, 12 de março de 2010

@migos meus,

Chego agora da entrevista com o ex-deputado federal e atual presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson. Foi uma entrevista proveitosa. [Saiba mais sobre Roberto Jefferson e o mensalão. Aqui também]

Conversamos sobre as próximas eleições, apoio à pré-candidatura do senador Mozarildo Cavalcanti (PTB) ao Governo de Roraima e esquemas de corrupção, assunto que Bob Jefferson conhece muito bem.

Fiz duas perguntas que considero cruciais ao presidente nacional do PTB: como ele, que denunciou o mensalão e teve o mandato de deputado cassado sob acusação de participação no esquema de desvio de dinheiro dos Correios, avalia o quadro da corrupção no Brasil, atualmente?

E a segunda Pergunta: Quais os critérios que uma liderança política como ele elege para prestar seu apoio a sucessivos governos, como Collor de Melo (PRN, à época), Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e Luiz Inácio Lula da silva (PT) para depois abandonar o barco?



Roberto Jefferson diz que mensalão sempre foi generalizado 
nas casas legislativas - Foto: Leonardo Paim



Ele respondeu as duas sem nenhuma objeção.

Para meu primeiro questionamento, disse que o "mensalão" é uma prática generalizada praticamente em todas as casas legislativas do Brasil desde sempre [não abriu nenhuma exceção], mas que nunca tinha visto algo parecido no Congresso Nacional.

Mas depois passou a testemunhar conversas horripilantes [o adjetivo é meu], durante os cafezinhos que se tomava no Congresso, durante os intervalos das sessões. As conversas de bastidores, completou Jefferson, se confirmaram na prática. Tanto Assim, que três ministros caíram. Entre eles estavam José Dirceu e Antônio Palocci, ambos do PT.

Com a sua oratória própria, Roberto Jefferson disse que o PT é um partido ideológico. "Logo, se corrompe por ideologia". Bob Jefferson também afirmou que "o governo do PT não quer aliados, quer prostitutas que se vendem para determinadas situações". "Nós nunca éramos chamados para discutir nada", queixou-se.

Na avaliação de Roberto Jefferson [e como mostra a realidade], nada mudou no país em relação ao avanço da corrupção. "As coisas continuam sendo praticadas. Só o Lula não sabe disso", frisou.

O petebista declarou seu apoio ao governador de São Paulo, José Serra (PSDB), na corrida pela Presidência da República. Disse que jamais apoiaria um candidato do PT. "Se a ministra Dilma se eleger, seremos oposição", afirmou.

Para não alongar muito este post, fico por aqui. Depois volto a escrever mais sobre a conversa com Roberto Jefferson.

PS - Pra quem não sabe, Bob Jefferson também é blogueiro [putz!].
Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " Roberto Jefferson: 'Governo do PT não quer aliados. Quer prostitutas" "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.