Manifesto pessoal pela liberdade de expressão

By Luiz Valério sábado, 1 de maio de 2010
TROMBONE22
Desde muito cedo, descobri que tinha o dom para a escrita. Minha cabeça sempre ferveu de tantas idéias. Uma tempestade de pensamentos que me impeliam a escrever sempre, em todas as formas de expressão.

Foi quando decidi ser jornalista e escritor. Ainda não publiquei nenhum livro, apesar de ter muitos iniciados.
Como jornalista, decidi ser um repórter com tolerância zero a picaretas. Mas muito cedo descobri também que não podria escrever tudo o que queria nos jornais.

Em 2003 descobri os blogs. Foi como ter sido arrebatado ao paraíso da liberdade de expressão. Agora tinha um jornal só meu, onde escreveria o que bem entendesse sem ter que me submeter às amarras editoriais dos veículos e suas conveniências.

Virei blogueiro. Apaixonei-me pela mídia blog. Hoje sou um jornalista blogueiro. Tenho orgulho disso. Mais que um usuário dessa mídia, passei a tomá-la como objeto de estudo. Já fiz trabalho acadêmico a respeito. Tenho e continuo comprando todos os títulos que falam sobre o assunto.

A mim não basta usar, tenho que entender como funciona. Para onde vai. Qual o futuro dos blogs. Como ser um blogueiro melhor, etc.

De repente, vejo surgir uma onda de ações judiciais contra jornalistas, blogueiros e twiteiros do meu país. Políticos que não sabem e nem querem governar com e para o povo, se arvoram a querer calar a voz de quem os denuncia.

Não percam seu tempo. Não comigo. A mim jamais me calarão. Esta será a única situação em que vou praticar a desobediência civil: quando quiserem cassar o meu direito constitucional de dizer, de informar e ser informado, de me expressar livremente.

Não obedeço nem obedecerei a nhuma determinação cujo objetivo seja calar a minha voz.

Serei um insurgente. E convoco a todos aqueles que se sentirem ameaçados a se insurgirem contra a censura. Nenhuma toga ou decisão que saia das mãos de um togado é maior que a “Lei das leis” da minha Nação.

A Constituição Federal do Brasil, promulgada em 1988, me garante a liberdade de expressão. Nenhuma outra lei inferior vai me fazer calar. Nenhuma resolução ou liminar. Nada.

Se quiserem, que rasquem a Constituição. Escrevam outra. Aí, talvez, eu baixe minha cabeça e cale a minha voz e aposente a minha pena. Do contrário, cá estarei escrevendo tudo o que me vier pela cabeça, sempre observando os cuidados necessários para não praticar atos de injúria e difamação.

No mais, escrevei tudo. Sempre.

Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " Manifesto pessoal pela liberdade de expressão "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.