Uma campanha eleitoral sem nenhuma novidade

By Luiz Valério segunda-feira, 28 de junho de 2010
Meus @migos,

A realização das convenções partidárias que acontecem até depois de amanhã definem o cenário político para as eleições de outubro em Roraima e no Brasil. E aqui cabe uma pergunta: elas apresentam alguma novidade que traga real motivo de esperança para o eleitorado roraimense? Não.

Vejamos: teremos como candidato à reeleição um governador que herdou um grupo político cheio de vícios, de métodos de ação ultrapassados e de gente que quer apenas se dar bem no poder.

Para ilustrar, citamos como exemplo apenas os "usos" que continuam a ser feitos de secretarias estratégicas como a da Educação e a da Saúde, além do "gato de sete vidas" e escoadouro de dinheiro público que é a Companhia de Desenvolvimento de Roraima [Codesaima].

Do outro lado, como fator que de novo não tem nada, é oferecida ao público a candidatura ao governo do deputado federal Neudo Ribeiro Campos (PP), que já esteve à frente do governo estadual por quase oito anos e o repassou para o hoje deputado Flamarion Portela. O resultado todos conhecem: a explosão de um escândalo que envergonhou Roraima diante dos holofotes em rede nacional.

Anchieta, assim como Neudo,  e Neudo assim como Anchieta, são crias de um mesmo político de caraterística extremamente populista e de qualidade cidadã controversa - Ottomar de Souza Pinto - que não terá descanso no túmulo durante a campanha, pois todos vão evocar o seu nome para tentar tirar dele dividendos políticos.

Nos pequenos partidos, novamente temos os mesmos rostos de sempre se oferecendo à população como alternativa, numa espécie de utopia irrealizável, pois nem mesmo os membros dessas silglas, comumente chamadas de nanicas, acreditam no êxito dos seus candidatos.

É uma situação deprimente. Desde já sabemos que a disputa ficará polarizada, com tudo de bom e de ruim que isso possa representar, entre os dois principais candidatos: Anchieta e Neudo.

Um vai usar o poder da máquina administrativa que administra para tentar sucesso nas urnas. O outro contará com a disposição do prefeito Iradilson Sampio em usar a máquina municipal para tentar fazê-lo chegar ao poder.

O atual governo faz um administração que considero desastrada, cheia de problemas e suspeições quanto ao uso do dinheiro público, além de enfrentar insatisfação que parte das mais diferentes categorias de servidores públicos.

Neudo, por sua vez, carrega a mácula de ser um dos políticos brasileiros com a maior folha corrida no que diz respeito a processos em tramitação na justiça. Mas mesmo assim goza de uma popularidade surpreeendente no interior.

Como jornalista e cidadão, espero apenas que a campanha seja limpa, sem ofensas e que se respeite a diginidade dos eleitores. Que não se parta para a oferta de benesses em troca de votos e que não se saia madrugada a dentro em busca de encontrar quem esteja disposto a vender essa mesma dignidade por alguns trocados.

Esse tipo de prática deve ficar soterrada no passado e a Justiça Eleitoral precisará estar atenta para tirar do páreo todos que ousarem incorrer nesse jogo sujo.

Que a disputa eleitoral seja decidido nas urnas, como deve ser. E que vença o menos ruim e menos incompetente na conquista da confiança do eleitorado. O jogo, afinal, está prestes a começar. ;)

Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " Uma campanha eleitoral sem nenhuma novidade "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.