Dez notas sobre política e traição

By Luiz Valério terça-feira, 9 de novembro de 2010
[1] O empreiteiro Kleber Filgueiras, que foi amplamente beneficiado durante o governo de Ottomar e início da gestão de Anchieta Júnior (PSDB), torce por um terceiro turno.

[2] Na sexta-feira passada ele saia da Assembleia Legislativa, onde foi tratar sobre sua expectativa de ver a reversão do resultado das urnas no tapetão.

[3] O democrata Faradilson Mesquita teve todo da coligação União por Roraima para se eleger deputado estadual, mas deu com os burros n'água.

[4] Agora, Faradilson engrossa o coro dos desesperados e vai à praça pública cuspir no prato em que comeu durante muito tempo.

[5] A eleição deste ano deixou patente que muitas vezes o inimigo mora bem ao lado. O governador Anchieta Júnior [@Gov_Anchieta] acabou convivendo com muitos traidores dentro do seu time. Precisará fazer um limpa.

[6] Quando da composição do seu novo secretariado vai ter de saber separar o joio do trigo e mandar embora os que usaram de má fé e o apunhalaram pelas costas.

[7] Ter preferência política todo mundo tem e é algo próprio do processo democrático. Mas antes há que se ter caráter e hontradez.

[8] E por falar nisso, por onde anda a ex-senadora e senhora pé-frio, Marluce Pinto?

[9] Escrevi no Twitter [@Luiz_Valerio] e vou repetir aqui: depois da campanha eleitoral, fica a perseguição a quem decidiu seguir um caminho diferente, obedecendo à liberdade de escolha que sempre norteou sua vida.

[10] No final, a campanha deste ano confirmou tudo o que eu previ: baixaria e jogadas desleais. Eu não sou vidente, mas me saí melhor do que certa colunista-vidente. É o conhecimento, estúpido!

Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " Dez notas sobre política e traição "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.