Anchieta não devia ter sido cassado, dizem desembargadores

By Luiz Valério sábado, 12 de fevereiro de 2011
Hoje pela manhã o governador cassado Anchieta Júnior (PSDB) divulgou nota informando que já entrou com recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), de cassar o seu mandato.

Anchieta usa como argumento para sua defesa os votos dos desembargadores Ricardo Oliveira e Robério Nunes dos Anjos, corregedor-geral e presidente do TRE, respectivamente, que se posicionaram contra sua cassação.

Por 5 votos a 2 Anchieta perdeu o cargo, na sexta-feira (11), sob acusação de ter usado a emissora estatal Rádio Roraima para agredir o seu opositor Neudo Campos (PP), na campanha eleitoral de 2010. O pivô da cassação é o radialista Mário César, que apresentava programa na Rádio Roraima.

Na opinião dos desembargadores Robério Nunes e Ricardo Oliveira, Anchieta não devia ter sido cassado. Eles manifestaram em seu voto, durante o julgamento de ontem, que a pena máxima a ser aplicada deveria ser de 100 mil UFIRs (Unidade Fiscal do Estado de Roraima).

Para Robério Nunes, a cassação aplicada ao caso era uma pena desproporcional ao crime praticado. “O fato [uso da Rádio Roraima] não teve potencialidade para alterar o resultado da eleição”, opinou o corregedor da Corte, assinalando que o ilícito ainda havia sido cometido antes do primeiro turno, quando Neudo saiu vitorioso.

Ainda segundo Robério Nunes, o TRE não estava cassando apenas o mandato de um candidato. “Estamos cassando a vontade do povo”, afirmou em sua longa manifestação.

O presidente do TRE, desembargador Ricardo Oliveira, também manifestou sua contrariedade à cassação. De acordo com ele, “nunca um governador foi cassado por causa de um radialista falando mal do opositor e bem do candidato [da situação]”. Oliveira argumentou ainda que “nesse processo não tem elementos para cassar [o mandato do governador Anchieta]. Pode ter em outro, mas nesse não”, afirmou.

Oliveira disse que “a imprensa aqui em Roraima não foi isenta para nenhum dos dois lados. Uma televisão aqui foi tirada do ar por fazer propaganda de Neudo Campos, assim como foi tirada do ar uma rádio no interior pelo mesmo motivo”. E completou: “no Brasil, a imprensa é livre até para ser parcial”.

Quanto ao comportamento da imprensa roraimense, o presidente do TRE tem toda razão, com exceções raras.


Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " Anchieta não devia ter sido cassado, dizem desembargadores "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.