Gerente da Cardan afirma que empresa vence licitações há 20 anos

By Luiz Valério sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

O procurador de contas do Ministério Público de Contas (MIPUC), Paulo Sérgio Oliveira de Sousa, disse que o fato da empresa Cardan vencer 90% das licitações é um grave indício de irregularidade e da existência de um esquema fraudulento para beneficiá-la. Tanto assim que uma das suas reivindicações é que a empresa devolva, em forma de multa, até três vezes mais do que recebeu ilegalmente com o fornecimento de medicamentos com preços superfaturados.

“Eu já tinha visto superfaturamento de 10%, 15% mas superfaturamento de 200%, 300% e até 1000% eu nunca tinha visto igual”, disse ele durante a coletiva. No entanto, afirmou acreditar que as irregularidades era iniciativa apenas dos servidores responsáveis pela compra dos medicamentos.
Procurei os responsáveis pela empresa Cardan para que dessem sua versão sobre a acusação de superfaturamento no preço dos medicamentos.

O gerente Helder Lucas disse já ter sido notificado da ação do MIPUC contra a empresa e a Sesau e informou que seus advogados já estão cuidando do caso. Ele afirmou que as acusações precisam ser provadas. Helder Lucas disse ainda que a empresa ganha licitações para fornecimento de medicamentos para o Governo de Roraima há 20 anos, o que significa que também negociou com os governos de Neudo Campos (PP), Flamarion Portela (PTC) e o falecido Ottomar Pinto.

“Somos a única empresa do Estado que tem R$ 10 milhões em estoque de medicamentos”, afirmou, salientando que esse fator possibilita oferecer preços mais competitivos.

Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " Gerente da Cardan afirma que empresa vence licitações há 20 anos "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.