Notas apimentadas #03

By Luiz Valério terça-feira, 22 de fevereiro de 2011
PROTESTO NA EUROPA
O debate sobre a construção de hidrelétricas em terras indígenas ainda promete dar muito o que falar. Os índios amazônidas Ruth Buendia Mestoquiari, da etnia ashaninka do Peru, Sheyla Juruna, da região do Xingu, e Almir Suruí, do povo suruí de Rondônia, estão em viagem pela Europa para protestar contra a construção de hidrelétricas nas terras pertencentes ao seu povo.

PROTESTO NA EUROPA 1
Na sexta-feira (25) e no sábado (26), a delegação composta pelos três indígenas estará em Paris, França, manifestando sua contrariedade à construção das hidrelétricas. Eles participarão de uma conferência no Instituto Latino Americano, depois de se reunirem com a senadora francesa Marie-Christine Blandin. 

PROTESTO NA EUROPA 2
Empresas européias como as francesas GDF Suez e Alstom, a alemã Voith e a austrícaca Andritz terão participação na construção das geradoras de energia. Por isso os três indígenas decidiram viajar pelo velho continente para tentar impedir que as hidrelétricas sejam construídas. Eles alegam que elas poderão destruir a vida de milhares de índios. 

PRONTOS PARA BRIGA
O início dos trabalhos deste ano de 2011 na Assembleia Legislativa está demonstrando que os parlamentares vieram com vontade de discutir, debater e provocar polêmica. A bancada de oposição, liderada pelo ex-presidente da Casa, Mecias de Jesus (PR), está decidida a deixar o ambiente movimentado no Legislativo.

NA BOCA DO POVO
Os casos de barraco envolvendo deputados foi tema de vários pronunciamentos na sessão de ontem da Assembleia. O destaque ficou para o caso envolvendo os deputados Marcelo Natanael (PRB) e Chicão da Silveira (PDT). Este último foi à tribuna fazer uma espécie de mea culpa e pedir perdão pelos atos praticados. Mesmo assim teve de ouvir críticas, ainda que sutis, dos colegas de parlamento.


CRÍTICAS PONTUAIS
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) considerou improcedente a representação eleitoral movida pelo então candidato à reeleição Anchieta Júnior (PSDB) contra a TV Ativa (canal 20) e o deputado Mecias de Jesus (PR). A relatora do processo, juíza Rosane Ignácio, entendeu que não foram proferidas ofensas contra o tucano e que o conteúdo da entrevista com Mecias, veiculada pela emissora, se prendeu a críticas políticas pontuais.

QUESTÃO DE INTERPRETAÇÃO
A questão desses julgamentos é que os juízes acabam interpretando de forma diferente casos semelhantes, o que gera confusão na cabeça do eleitor “comum” que não sabe como funcionam essas questões jurídicas. O proprietário da emissora de televisão, médico Robério Araújo, era o coordenador da campanha de Neudo Campos (PP), candidato de oposição a Anchieta nas eleições passadas. Só lembrando: na pauta de hoje serão julgadas mais duas sessões de Anchieta Júnior contra a TV Ativa. 

RASA OU PROFUNDA?
O Senado Federal começou a semana tentando mostrar para a sociedade que está disposto a fazer a tão esperada reforma política. Ontem foi formada a Comissão responsável por conduzir os trabalhos. Composta por 15 senadores o grupo de trabalho deverá propor, num prazo de 45 dias, mudanças nos sistemas político e eleitoral do Brasil. Resta saber se tais mudanças serão rasas como sugerem alguns parlamentares ou profundas como reclama a sociedade.

Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " Notas apimentadas #03 "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.