Uma história escabrosa sobre as operações da Cardan

By Luiz Valério quinta-feira, 17 de março de 2011
Caros @migos,

Eu ouvia agora á pouco uma fonte que me contava uma história que demonstra bem o alcance e a má fé com que a empresa Cardan tratava as licitações da Secretaria de Saúde do Estado (Sesau).

Dizia meu interlocutor que, em 2007, representava uma empresa distribuidora de medicamento de Goiás na concorrência de uma licitação de R$ 7 milhões para o fornecimento de medicamentos à Sesau. A empresa goiana venceu a licitação contra a Cardan por apresentar o melhor preço.

Insatisfeita com a derrota, Cardan teria procurado a direção da distribuidora em Goiás e teria feito uma proposta vergonhosa: perguntou quanto a empresa do Centro-Oeste queria para sair do “negócio”. O proprietário pediu 20% do total de R$ 7 milhões. A Cardan ofereceu 10% e o negócio foi fechado.

Ao desistir de fornecer os medicamentos à Sesau, mediante esse acerto, à distribuidora goiana deixou o caminho aberto para que a Cardan mantivesse seu domínio no esquema fraudulento de licitações.

Em resumo, pela história relatada pela fonte, que mantenho o nome e sigilo, quando não vencia as licitações a Cardan comprava as empresas menores para não perder a boquinha.

Para fazer esse tipo de negócio, só superfaturando mesmo o preço dos medicamentos e demais produtos vendidos à Sesau. Esse era o esquema.
Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " Uma história escabrosa sobre as operações da Cardan "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.