Notas apimentadas #15

By Luiz Valério quinta-feira, 5 de maio de 2011
COMUNISTA DEPOSTO
Não é que prefeito James Pereira Batista (PC do B), de São Luiz do Anauá, foi afastado do cargo por determinação do juiz Erasmo Souza de Campos? O magistrado concedeu liminar com antecipação de tutela a pedido do Ministério Público de Roraima. O gestor foi acusado de improbidade administrativa, após inspeção do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

COMUNISTA DEPOSTO 1
Junto com o prefeito James Batista foram afastados os secretários de Finanças, Jeová Silva de Melo, e de Educação, José Marco de Sá. Acabou sobrando também para os vereadores Valdeci Antunes, Jossileuson Alves Lima, Lucimar de Oliveira e Osvaldino Júnior Rodrigues, que acumulavam cargos públicos e foram arrolados na ação também sob acusação de improbidade. Os vereadores acabaram misturando alhos com bugalhos.

DENÚNCIA POPULAR
A ação do Ministério Público foi decorrente de denúncia feita por um morador de São Luiz do Anauá em novembro de 2010 ao TCE sobre irregularidades que teriam sido cometidas pelo prefeito James. Foi instaurado um processo e feita inspeção “in loco” para exames de documentos, quando se constatou procedimentos irregulares em processos licitatórios, convênios, além de situações ilegais de servidores públicos.

RAPIDEZ DE ADMIRAR
O afastamento do prefeito James Batista serve de lição para outros gestores públicos, mas chama a atenção pela celeridade do Tribunal de Contas e da Justiça – que nunca é célere - nesse caso específico. Geralmente irregularidades em convênios e licitações em prefeituras, quando analisadas pelo TCE, não resultam e afastamento imediato. Os contratos são analisados, as contas são apreciadas e esse rito geralmente leva certo tempo. Dessa vez tudo ocorreu de forma relâmpago.

RINDO À TOA
Quem deve estar rindo à toa com o afastamento de James Batista é o deputado estadual e ex-presidente da Assembleia Legislativa, deputado Mecias de Jesus. Na campanha de 2008, James passou por cima do grupo político de Mecias feito um rolo compressor. Professor da rede pública, o comunista arrastou multidões e desbancou o candidato do grupo político do então presidente da Assembleia. Agora, prestes a concluir o seu mandato, James se vê em maus lençóis.

FLAMARION, O DENUNCIANTE
O deputado Flamarion Portela (PTC) apresentou mais uma denúncia contra o governo na sessão de ontem da Assembleia. Disse que uma empresa administrada por um parente do também deputado Jalser Renier (DEM) fornece alimentos para escolas e órgãos do estado e que há problemas no fornecimento.

MENINO DE OURO AUSENTE
Jalser não se encontrava em plenário para se defender. No entanto, é de conhecimento de todos os que vivem do dia-a-dia político em Roraima que pessoas ligadas ao parlamentar administram empresas em vários ramos de atuação.

TIRAR DO MARASMO
Quem assiste às sessões da Assembleia Legislativa tem comentado que os integrantes da oposição bem que poderiam apresentar também propostas para o desenvolvimento de Roraima. “Tão importante quanto denunciar e criticar é mostrar propostas que colaborem para tirar o estado desse marasmo”, diziam algumas pessoas na assistência. Fica a dica.

PESA MAIS...
Ontem o senador Mozarildo Cavalcanti (PTB) falou sobre o papel de um senador. Disse que a Câmara Alta do país (Senado) é uma conquista. Destacou e que a estrutura federada do Estado brasileiro é cláusula pétrea da Constituição. Afirmou ainda a Casa participou ativamente nos avanços e recuos da marcha histórica do Brasil desde o escravismo até a democracia atual.

...DO QUE VALE
Pesquisas recentes mostraram, no entanto, que os senadores custam mais do que valem. Um senador recebe hoje um salário de R$ 26.723,13. Como se não bastasse o valor exorbitante, fruto do aumento de 61,83% com que se presentearam no último dia de funcionamento da Câmara e do Senado no ano passado, os nobres parlamentares recebem, além dos 12 meses de remuneração, da verba de gabinetes, do auxílio moradia e outras regalias, outros 14º e 15º salários. Enquanto isso, o trabalhador comum, que trabalha de verdade, ganha míseros R$ 545,00 por mês.
Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " Notas apimentadas #15 "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.