A Polícia Federal desencadeou às 6 horas de hoje a Operação Alvorada, que culminou na prisão de quase duas dezenas de servidores públicos da Prefeitura Municipal de Boa Vista. Eles são acusados de desviar combustível (diesel e gasolina) do posto de abastecimento da Secretaria de Obras do Município e revender para particulares e empresários do ramo. O vídeo abaixo mostra como funcionava o esquema.


Ao todo, foram expedidos dez mandados de prisão preventiva, sete de prisão temporária, cinco de condução coercitiva e ainda 27 mandados de busca e apreensão. 

De acordo com a Polícia Federal, durante as investigações ficou constatado que “uma organização criminosa” integrada por servidores públicos realizava o desvio de combustível e o revendia para particulares e empresários do ramo, que pagavam o valor de R$ 1,80 pelo litro de diesel e R$ 2,30 pelo litro da gasolina.

Conforme informações da PF, o esquema tinha a participação de três operadores da bomba de abastecimento, dez motoristas oficiais e vários receptadores, dentre eles três empresas que aumentavam seus lucros comprando o combustível desviado.  

De acordo com o vídeo acima, os operadores de bomba realizavam os abastecimentos irregulares em recipientes acondicionados no interior de carros que eram conduzidos por motoristas oficiais do Município. Esses transportavam o combustível para os receptadores.

As investigações da PF comprovaram que faltou combustível por mais de uma vez, impossibilitando, inclusive, que o veículo do Setor de Zoonozes realizasse a captura de animais por conta do desvio ilegal.

Durante 42 dias de acompanhamento do esquema pela PF, ocorreu o desvio de 14.532 litros de combustível.  Há fortes indícios de que o esquema já dura há muito tempo. A Polícia Federal estima que tenham sido desviados em um ano mais de 91.000 litros de combustível.

Os envolvidos no esquema detidos pela Polícia Federal vão responder por crime de peculato, previsto no artigo 312 do Código Penal Brasileiro, cuja pena é de dois a 12 anos de prisão. Os receptadores, se condenados, poderão pegar pena de dois a oitos anos de reclusão, conforme o artigo 180, parágrafo 6º, do Código Penal.

O superintendente da Polícia Federal, Alexandre Saraiva, não forneceu mais detalhes da operação, como nome dos envolvidos – servidores e receptadores – e também não quis falar com a imprensa. 

Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " Polícia Federal desmonta esquema de desvio de combustível na Prefeitura de Boa Vista "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.