Raposa Serra do Sol: uma ferida sempre aberta

By Luiz Valério segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Os senhores hão de lembrar os “dias de trovão” que Roraima viveu a partir de 2005, depois que o presidente Lula assinou a homologação da Terra Indígena Raposa Serra do Sol (RSS), e em 2009, quando o Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou a decisão do ex-presidente e determinou a retirada dos fazendeiros e plantadores de arroz daquela região.

Pois bem. A inoperância da Fundação Nacional do Índio (FUNAI) em dar melhores condições de vida aos índios, a quem foi destinada a área de 1,7 milhão de hectares, aliada à falta de cumprimento, por parte da União, da sua parte da operação, qual seja, o reassentamento dos fazendeiros e rizicultores retirados de lá, assim como o pagamento da suas indenizações, fazem reascender o clamor pelo retorno destes àquela terra indígena.

A mim me preocupa, particularmente, a possibilidade de vivermos um novo conflito em torno de uma questão que poderia estar definida, mas que teima e rondar nossa vida como um fantasma. Essa questão da demarcação e homologação da RSS já dura mais de três décadas e, ao que tudo indica, ainda vai render muito pano pras mangas.

O movimento pela revisão da homologação tomou corpo e parece irrefreável. Depois da audiência realizada na Assembleia Legislativa nesta segunda-feira (15), outra audiência deverá ocorrer na Câmara dos Deputados, nos próximos dias, apimentando ainda mais o debate sobre o tema em nível nacional.

Tomara que, dessa vez, as coisas sejam feitas de forma mais racional, sem confronto aberto com as forças de segunda nacional e sem a incitação do ódio entre índios e não-índios. Roraima não deve querer isso. Roraima não precisa disso.

PS - Este comentário foi escrito para a coluna Política S/A, que mantenho no site Roraima em Foco
Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " Raposa Serra do Sol: uma ferida sempre aberta "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.