TRE julga improcedente ação contra Anchieta e Chico Rodrigues

By Luiz Valério quarta-feira, 17 de agosto de 2011

O Tribunal Regional Eleitoral de Roraima (TRE) considerou procedentes os Embargos de Declaração na Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) nº 1823-15, de autoria do candidato Neudo Campos (PP), contra a decisão da Corte que no mês passado condenou o governador Anchieta Júnior (PSDB) e seu vice, Chico Rodrigues (PSDB) a pagarem 5 mil UFIRs. A Ação movida por Neudo foi considerada improcedente devido à “inexistência da potencialidade capaz de influenciar no resultado das eleições”.

Neudo acusa, na ação, o governador Anchieta e o vice Chico Rodrigues de suposta prática de condutas vedadas aos agentes públicos. Eles teriam, segundo o denunciante, utilizado um caminhão pertencente à Secretaria de Estado da Agricultura Pecuária e Abastecimento (SEAPA) para transporte de material de campanha deles e outros candidatos da mesma coligação.

Anchieta e Rodrigues teriam usado ainda uma caminhonete L-200, que pertenceria à Procuradoria da Fazenda Nacional no Estado de Roraima (PFN/RR), que estava adesivada com propaganda política. O carro teria sido usado para transportar material de campanha de Anchieta, com o suposto emprego de servidores públicos. Seriam eles: Cleiton Silva Araújo (caminhão) e Gisley da Silva Ferreira (caminhonete).

VAI CONTINUAR

Neudo, segundo colocado nas eleições para governo de Roraima, disse que ainda vai conversar com os advogados para definir qual a estratégia usar diante de mais essa decisão favorável a Anchieta. O político afirmou que a sua intenção é não dar tempo para que seus adversários respirem, pois entende que houve o cometimento de crime eleitoral, ainda que o TRE tenha entendido que não.

OUTRA AÇÃO

O TRE também julgou ontem a Representação que acusa o deputado estadual Erci de Moraes (PPS) de Gasto Ilícito de Recursos Financeiros de Campanha Eleitoral. A ação pedia a Cassação de Diploma do parlamentar e foi movida pelo Ministério Público Eleitoral (MPE).

O Ministério Público acusou Erci der ter pago cabos eleitorais com dinheiro em espécie, o que é proibido pela legislação eleitoral. Conforme a Lei das Eleições, o pagamento deve ser feito por meio de transferência bancária ou cheque nominal. Mas apesar do parecer pela condenação, o Pleno do TRE-RR julgou improcedente a Representação, abolsvendo Erci de Moraes.

PS - Post escrito com informações do blog Fato Real

Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " TRE julga improcedente ação contra Anchieta e Chico Rodrigues "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.