Roraima e sua história política construída à base de vingança e traição

By Luiz Valério segunda-feira, 31 de outubro de 2011
Ao longo das últimas décadas, a história da política em Roraima tem sido construída tendo como combustível os sentimentos nada sublimes da traição e da vingança. Para ser mais preciso, tem sido assim no País inteiro, quiçá no mundo. Mas aqui, nesse microcosmo encravado no extremo Norte do Brasil a “coisa” parece ser mais acentuada. Sabe-se que onde há disputa pelo poder há aliados e adversários. E que mudam de lado de acordo com as com as circunstâncias. Essa máxima é quase um mantra roraimense. Quando não são reconhecidos, quando são preteridos ou quando vêem um horizonte melhor no lado oposto, eis que vem a mudança repentina. Diz a música de Fagner que “sem o seu trabalho/ Um homem não tem honra/ E sem a sua honra/ Se morre, se mata”. Um homem acuado e com orgulho ferido é uma arma-humana em potencial. Atira para todos os lados e às vezes sai ferido. Tem sido assim nos grandes escândalos que assistimos nessa nossa República ainda aprendiz nas coisas da Democracia e nos escândalos e factóides paroquianos também. A matéria de Veja, baseada no depoimento solitário de Gerson Denz - que eu repito: até onde sei e pelo pouco que conheço como fonte de informaçao, trata-se de um homem de bem - parece mais uma página borrada da história política de Roraima. Eis o real motivo de bom Gerson Denz ter se deixado usar como fonte única da matéria da Veja.



Faça download do arquivo aqui [ Inquérito policial ]
Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " Roraima e sua história política construída à base de vingança e traição "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.