A bancada de oposição não “apartou”, mas rachou

By Luiz Valério quarta-feira, 2 de novembro de 2011
Homem solitário caminha na rachadura provocada por um terremoto - Imagem meramente ilustrativa
Ontem eu voltei a conversar com os deputados Brito Bezerra (PP), Soldado Sampaio (PC do B) e Diego Coelho (PSL) sobre o que eu entendo ser um racha na oposição e que eles meio a contragosto admitem que, de fato, é.  A quem faz colunismo político cabe interpretar os fatos e traduzir para o grande público o que está acontecendo nos bastidores. É o que faço.

Desde o último sábado tenho dialogado com o deputado Sampaio tanto por telefone quanto pessoalmente sobre as afirmações que fiz nos posts que intitulei de “Grupo oposicionista rachou” e “Complemento, com detalhes, sobre o racha da oposição”.

Os três parlamentares citados nos textos reconheceram que não há nenhuma mentira nos textos e reafirmam a criação de um grupo oposcionista paralelo, que eles batizaram de Frente Parlamentar Contra a Corrupção. O quarto integrante do grupo é o deputado Rosinaldo Adolfo, mais conhecido como Naldo da Loteria.

Deputado Soldado Sampaio me disse que a decisão de criar essa Frente Parlamentar é porque eles querem formar um “grupo que tenha luz própria” e que não seja ofuscado pelo deputado Mecias de Jesus. Essas são palavras do parlamentar. Sampaio afirmou ainda que o termo “racha da oposição” só não serve para a situação por mim descrita se for empregado no sentido de tentar afirmar que os dissidentes passarão a ser situação. E em nenhum momento eu escrevi que eles mudariam de lado. Nunca.

Eu disse apenas que a oposição rachou e que o deputado Mecias de Jesus vai ficar isolado. Causei descontentamento entre os “meciânicos”, é bem verdade. Os parlamentares que resolveram se juntar na Frente Parlamentar de Combate à Corrupção, movidos pela convivência na Assembleia Legislativa, tentam minimizar a situação, que se tornou pública.

O deputado Diego Coelho em conversa comigo admitiu o meu reciocínio de que, do ponto de vista técnico, a criação dessa nova frente de atuação da qual ele vai fazer parte com Brito Bezerra , Soldado Sampaio e Naldo da Loteria é sim um espécie de racha.

Numa conversa de pé de ouvido que tive com o arguto deputado Brito, ele deixou escapar que está tendo o cuidado de não desagradar a Mecias de Jesus em decorrência da convivência na Casa. [Numa entrevista gravada minutos antes da nossa breve conversa, deputado Brito afirmou que Mecias continua líder da oposição. O que é verdade e eu nunca disse ou escrevi o contrário. Mas, líder de uma oposição rachada]. Mas depois da afirmação de Sampaio de que o grupo quer ter “luz própria” e que Mecias “ofuscava o trabalho da oposição” eu continuo a insistir que está em andamento um racha na oposição.

Diego Coelho e Soldado Sampaio também reafirmaram a retirada do apoio financeiro que davam às mídias alternativas que divulgava as ações da bancada de oposição. Brito também retirou seu apoio e os quatro deputados da Frente Parlamentar Contra a Corrupção vão investir em outras formas de divulgação, foi o que me afirmou o deputado Sampaio. Se não tivesse havido um racha na oposição, porque os ilustres deputados retirariam o apoio às mídias que estavam tão empenhadas em divulgar suas ações?
Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " A bancada de oposição não “apartou”, mas rachou "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.