Todo político deve ter um blog

By Luiz Valério sexta-feira, 11 de novembro de 2011
Hoje vou dar continuidade aos meus artigos sobre o uso das redes sociais pelos políticos. Vou destacar neste post um dos primeiros – senão o primeiro – modelo de rede social extremamente popular do qual tivemos conhecimento: o blog.

Em minha opinião, todo político deveria ter um blog para publicar seus artigos, suas opiniões, sua visão de mundo e claro, seu ponto de vista dos fatos noticiados pela imprensa. Isso agrega valor à imagem do político. Principalmente se ele é um sujeito de postura e idéias inovadoras.

Para tratar desse assunto, vou começar do começo.

O QUE ÉUM BLOG? (VOCÊ AINDA NÃO SABE?)

O que é um blog? Como lembra Fernando Augusto, “a palavra ‘blog’ é a abreviação de "weblog". Este termo foi criado em meados da década de 1990 para designar um tipo especial de web site onde é possível escrever sobre tudo que nos venha à mente. O blog ficará ainda mais atraente se apresentar conteúdo bem escrito, coerente e sobre temas interessantes.

No começo da ainda breve história dos blogs, muitas pessoas usaram esse tipo especial de Web site para escrever coisas sobre o seu dia-a-dia, elaborando uma espécie de diário virtual, que era compartilhado com amigos e familiares. Mas nos dias atuais os blogs se tornaram as páginas mais atraentes da internet e são suados por profissionais das mais diversas áreas para comunicar idéias, propagar conhecimentos, informações e opiniões.

CRIE UMA IMAGEM POSITIVA

Então, porque é importante para um político manter um blog. Simples: para criar uma imagem positiva, assim como acontece nas modernas redes sociais como o Facebook e o Twitter, mas com a possibilidade de escrever e receber um feedback muito gratificante e útil do público e dos seus simpatizantes. Com um blog um político pode demonstrar ser uma pessoa antenada, que está sempre bem informada e, o mais importante, alguém que tem algo importante a dizer.

Tem mais: como os jornais impressos e as emissoras de televisão não estão dispostos a abrir espaço para a publicação de textos e mensagens de políticos a não ser que estes paguem ou nos espaços destinados à propaganda gratuita no rádio e na televisão, como determina a Justiça Eleitoral, ter um blog é uma excelente maneira de ter uma mídia pessoal bastante eficaz.

Mas eu repito: para que um blog de político faça efeito positivo, é preciso que ele seja bem escrito, apresente ideias inovadoras, traga alguma polêmica (e não falo aqui de polêmica gratuita), enfim, seja extremamente atraente para o internauta.

EXEMPLOS DE POLÍTICOS QUE FAZEM USO POSITIVO DO BLOG

A deputada federal Manuela D'Avila mantém o blog Bola de Meia, Bola de Gude como uma espécie de diário de bordo onde ela fala de tudo, dá dicas de leituras e comenta assuntos do cotidiano. A página tem uma aparência jovial que tem tudo a ver com a imagem da jovem parlamentar

O controverso político Roberto Jefferson tem mantido uma boa presença online, com o seu Blog do Jefferson, onde comenta os assuntos da República e faz críticas ao governo federal, mantendo sua postura oposicionista, desde que foi defenestrado do mandato de deputado federal, após o ruidoso escândalo do "mensalão do PT". O Blog do Jefferson já conta com quase três milhões de acesso. São contatos preciosos para um político.

O deputado federal Jean Wyllys tem aproveitado bem os espaços online para divulgar seu trabalho em defesa dos direitos humanos e das minorias. O seu blog Diário de Mandato Visto como representante nato do público LGBT, o parlamentar usa bem os símbolos que identificam esse grupo de cidadãos em seu blog, além de se mostrar bastante proativo como deputado-blogueiro.

A ex-senadora e candidata à Presidência, Marina Silva, continua tirando proveito do excelente trabalho que sua equipe de campanha fez na internet no pleito presidencial de 2010. Ao contrário do que fazem muitos políticos, que somem da web depois de derrotados, Marina manteve seu blog de campanha, agora transformado em página pessoal e continua marcando uma presença positiva online. Essa deveria ser a postura seguida por todos os políticos inteligentes. Não se pode esquecer que vivemos uma crescente participação popular no que chamamos de "Ativismo Virtual" e "Democracia Virtual".

DEFENDA IDEIAS E CONCEITOS

Por exemplo: um político que é defensor de práticas ambientais sustentáveis pode escrever, por exemplo, sobre fontes alternativas de energia, modelos de desenvolvimento sustentável, e apresentar ideias de projetos nessa área. Pode, por exemplo, reforçar suas idéias, adicionando videos, fotos e mesmo criando um fórum para proporcionar um debate com os internautas sobre esses assuntos. Viu como é possível ser interessante e tornar seu blog interessante usando a criatividade.

Também, como reforça Fernando Augusto, "em muitos casos, por meio de seu blog você poderá conhecer pessoas que poderão abrir novas oportunidades e lhe apresentar mais idéias que podem resultar em novos assuntos para outros textos no blog ou mesmo sugestões de projetos a serem apresentados no Parlamento, caso você, caro político, seja vereador, deputado estadual, distrital, federal ou senador.

Sem falar que sua imagem estará sendo projetada de forma positiva na internet para um público jovem, na casa dos 25 a 35 anos, que tem nas redes sociais e blogs sua principal fonte de informação.

Por hoje é só. Até a próxima.
Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " Todo político deve ter um blog "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.