CNJ envia conselheiro a Roraima para ouvir magistrado

By Luiz Valério quarta-feira, 25 de abril de 2012

Conselheiro Jorge Hélio Chaves Oliveira, membro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), está em Roraima. Veio ouvir um magistrado denunciado ao Conselho, cujo processo corre em segredo de Justiça.

Jorge Hélio disse agora há pouco que a oitiva do magistrado em questão foi realizada ontem. Enquanto desempenha sua função de membro do CNJ, Jorge Hélio aproveita para visitar instituições como Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), secção Roraima, e Assembleia Legislativa.

Corta. Vamos para outro aspecto da visita de Jorge Hélio que me chamou a atenção.

Agora há pouco, em conversa com os deputados Chico Guerra e Aurelina Medeiros (PSDB), Mecias de Jesus (PRB), Flamarion Portela (PTC) e Joaquim Ruiz (PV), Jorge Hélio disse que o Poder Legislativo é o mais observado pela sociedade e o mais exposto, devido às denúncias na imprensa.

Ele observou que isso se deve ao fato do Legislativo não ter uma verba generosa para publicidade, como acontece com o Executivo federal, por exemplo.

Jorge Hélio exemplificou citando o caso da Petrobras, que depois da criação da CPI para investigar a estatal petroleira, aumentou em seis vezes a verba destinada à publicidade, o que fez com que as investigações perdessem o interesse da mídia nacional.

O conselheiro do CNJ sugeriu aos deputados roraimenses (certamente a título de brincadeira) que aprovem um orçamento específico e generoso para publicidade, pois assim as denúncias contra o Legislativo roraimense tendem a sumir do noticiário. 

No mínimo curioso.
Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " CNJ envia conselheiro a Roraima para ouvir magistrado "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.