Empresa lança aplicativo para marketing eleitoral

By Luiz Valério sexta-feira, 27 de abril de 2012
As eleições municipais estão chegando e como tenho escrito aqui no blog, as tecnologias da informação e as redes sociais tendem a ter o seu uso intensificado pelos candidatos. Para quem quer usar a tecnologia a seu favor na campanha, surgiu mais uma novidade. A empresa especializada em inovação tecnológica da informação, Pocket Mídia, lançou um sistema de Geo-Mobile, apresentado como inédito no Brasil. A novidade possibilita “a gestão da comunicação mobile diretamente entre os candidatos e os eleitores através da automatização dos envios SMS e torpedo de voz nas campanhas políticas”, conforme diz o release da empresa, enviado à imprensa.

Batizado de Pocket Político, o aplicativo poderá ser usado por partidos em diferentes municípios do país. Uma curiosidade do aplicativo é que ele não pode ser usado por candidatos adversários na eleição de 2012. A empresa Pocket Mídia disponibiliza apenas um por cidade. Isso quer dizer que quem quiser usar a novidade nas eleições deste ano tem de inscrever primeiro, seja candidato ou partido político, para poder ter direito exclusivo ao uso do programa na eleição municipal.

O aplicativo Pocket Político permite a geo-comunicação entre candidatos e eleitores
 O Pocket Político é inspirado no sistema utilizado na campanha presidencial de Barack Obama, nos Estados Unidos, em 2008. Os dois principais partidos brasileiros da atualidade - PT e PSDB - são os mais interessados pelo aplicativo no momento. No entanto, o PMDB que tem a pretensão de aumentar o número de prefeitos nas cidades brasileiras no pleito deste ano, também está buscando adquirir a novidade. Alguns partidos como o PT de São Paulo e o PTB em Peruíbe, no litoral paulista, são os primeiros clientes do Pocket Político.

Robson Galiano, gerente de operações da Pocket Mídia, afirma que o aplicativo dar ao partido ou candidato a possibilidade de escolha no mapa a área específica de seu município onde pretende atuar de forma mais intensa e, dessa forma, segmente a comunicação para a população. A empresa afirma que, assim, é possível atuar de acordo com as necessidades de cada região, enviando informações de SMS e mensagens pré-gravadas de voz. Veja o aplicativo funcionando neste endereço aqui.

Galiano diz que o candidato terá um canal de comunicação poderoso e pontual com cada eleitor. “O candidato pode, assim, transmitir as ideias que tem para uma cidade, um bairro ou até uma rua, com 96% de adesão média da população”, afirma. Para atingir 100 mil eleitores, por exemplo, o investimento é de R$ 100 mil. O custo per capta vai ficando mais barato quanto maior for o número da base eleitoral prospectada.

O Pocket Político vem sendo desenvolvido há dois anos pela Pocket Mídia. De acordo com as informações da empresa, foram investidos R$ 2,5 milhões em estudos para viabilização do projeto. Futuramente, o sistema também poderá ser utilizado em campanhas informativas sociais de prefeituras, governos estaduais e o governo federal, como alertas de enchentes, acidentes, quedas de barreiras, vacinação em massa, cuidados com a dengue, entre outros. A empresa Numeral8, uma das maiores operadoras de telefonia da América Latina, foi a escolhida para viabilizar tecnicamente o disparo de mensagens
Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " Empresa lança aplicativo para marketing eleitoral "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.