A interminável novela da prisão de Neudo Campos

By Luiz Valério quinta-feira, 23 de junho de 2016
A defesa de Neudo Campos conseguiu anular sua transferência para a carceragem da PF em Pacaraima

Essa história da prisão de Neudo Campos está começando a se assemelhar a uma grande comédia pastelão. Um filme B bem à moda latina.

Primeiro, os agentes da Polícia Federal são “engabelados” inúmeras vezes por agentes públicos que ajudam Neudo a se esconder a cada novo mandado de prisão expedido pela Justiça Federal.

Nesse meio tempo, Neudo consegue um habeas corpus para se livrar da prisão temporariamente por duas vezes.

Depois, a PF desmonta o esquema armado para tentar facilitar a fuga do ex-governador de Roraima para a Venezuela. Como se sabe, havia policiais militares envolvidos.

Esquema desmontado e sem chance de fuga, Neudo se entrega.

Diante da notícia de sua possível transferência para um presídio de segurança máxima no Mato Grosso do Sul, Neudo Campos passa mal e vai parar no hospital.

Os procuradores da República desconfiam de que tudo não passa de um “migué” e pedem a vinda de uma junta medida para periciar o ex-governador.

Após dias de internação, a Justiça Federal determina a transferência de Neudo para a carceragem da Polícia Federal em Pacaraima. Logo ali, bem pertinho da fronteira.
Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " A interminável novela da prisão de Neudo Campos "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.