2018 está chegando e o dilema de Teresa aumenta

By Luiz Valério sábado, 8 de julho de 2017
O pleito de 2018 está chegando e aumenta o dilema de Teresa: ser ou não ser candidata ao governo?

Volto a falar sobre as eleições de 2018. Enquanto a governadora Suely Campos (PP) luta contra os números negativos das pesquisas para consumo interno, que até a fazem pensar em não ser candidata à reeleição, a prefeita de Boa Vista Teresa Surita (PMDB) surfa na onda da boa aceitação e popularidade. Pessoas do grupo político de Teresa comentaram com este blogueiro que as sondagens feitas pelo grupo da peemedebista a apontam como um nome quase imbatível, no atual cenário, para a disputa do governo. Mas Teresa ainda não sabe se vai encarar o desafio.

Apesar de ela não falar abertamente sobre o assunto, uma das principais “pedras” no seu caminho é o senador Romero Jucá. Me entendam bem. Jucá é o principal parceiro político de Teresa, aquele que irriga sua administração com milhões e milhões para obras importantes. Mas Caju, ops!, Jucá é também seu principal problema, dadas as graves denúncias que pesam contra ele o âmbito da Lava Jato.

O influente senador peemedebista responde a nada menos do que oito inquéritos no Supremo Tribunal Federal (STF) e todos eles com acusações de delitos gravíssimos contra a República. E ainda vem por aí a delação explosiva de Eduardo Cunha para piorar um pouco mais a sua situação.

Alvo de denúncias e acusações na imprensa nacional dia sim outro também, Jucá é hoje o principal problema para uma candidatura de Teresa. Esta, por sua vez, poderá ser, caso saia candidata ao governo, a tábua de salvação de Jucá. Com a boa aceitação e o cacife de quem teve quase 80% dos votos nas eleições municipais de 2016, Teresa tem a capacidade de ajudar a garantir a reeleição de Jucá. Hoje, com toda a sua influência (em queda livre) em nível nacional, Jucá precisa, e muito, de Teresa para se reconduzir a um novo mandato na Câmara Alta do País.

Porém, há outras pedras pontiagudas no caminho de Teresa. Os deputados estaduais do G14 não gostam muito da ideia de uma Teresa governadora. Sabe-se que com seu jeito peculiar de fazer política, caprichosa, mandona, perfeccionista, Teresa não costuma se dobrar aos caprichos dos vereadores e o receio é que ela seja, caso dispute o governo e se eleja, uma governadora igualmente independente, altiva em relação aos deputados.

Os vereadores de Boa Vista, os atuais e os pretéritos, sabem bem como Teresa trata o Legislativo. Absolutamente sem reverência ou submissão. Independente ao extremo. Por isso, diz-se que os membros do G14 ensaiam a escolha de um nome mais palatável a eles, mais fácil de ser, digamos, “controlado”.

Teresa já disse a pessoas próximas que quer disputar o governo. Esse é um desejo profundo do seu coração. Mas existe muito dinheiro em caixa e em vias de chegar – fala-se em algo em torno de R$ 500 milhões para obras – e ela não quer sair da Prefeitura de Boa Vista deixando todo esse dinheiro para ser administrado por outra pessoa que não ela. A gestora diz ter muitos projetos para transformar Boa Vista.

À imprensa, ela já declarou que ainda é cedo para pensar e falar sobre 2018. Mas a verdade é que ela não só pensa como sonha com essa eleição. No entanto, vive um dilema: ser ou não ser candidata? Eis a questão.

Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " 2018 está chegando e o dilema de Teresa aumenta "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.