Silêncio sobre impeachment de Suely levanta nova suspeita sobre acordo com Jalser

By Luiz Valério quarta-feira, 19 de julho de 2017

Desde que foi apresentado o relatório da CPI do Sistema Prisional pelo deputado Jorge Everton (PMDB), com parecer pela abertura do processo de impeachment da governadora Suely Campos (PP) na Assembleia Legislativa, nunca mais o assunto foi tratado publicamente pelas bandas do Poder Legislativo.

Eu escrevi aqui que fontes do blog garantem ter havido um acerto (ou estar sendo costurado um) entre o presidente da Assembleia, deputado Jalser Renier (SD) e a governadora Suely para enterrar qualquer movimento que vise à abertura do processo de impeachment.

Esse acordo implicaria inclusive - eu disse - num candidato consensual ao governo para o pleito do próximo ano, dada a alta taxa de rejeição que acomete a governadora nos dias atuais. Por mais que se esforce, Suely não consegue dissipar sua impopularidade. A percepção de grande parte da população ela se mostra meio perdida no exercício do cargo. Por isso, ela não teria a intenção de concorrer à reeleição.

Hoje, mais uma vez uma fonte do blog trouxe informações preciosas sobre um suposto acerto entre Suely e Jalser para pôr uma pá de cal no processo de impeachment. Dessa vez, a fonte do blog fala num acerto pecuniário na casa dos milhões. Segundo a informação repassada, Jalser teria recebido R$ 4,5 milhões para enterrar qualquer iniciativa que trate sobre impeachment. O valor teria sido pago por meio da empresa Megafoods, sabidamente ligada ao parlamentar.

Registre-se que a compra de apoio político é uma tônica na política brasileira. É o expediente que está sendo usado, por exemplo, pelo presidente Michel Temer (PMDB) para evitar que a denúncia de corrupção passiva apresentada contra ele pela Procuradoria-Geral da República (PGR) seja aceita na Câmara dos Deputados. Temer liberou recursos de emenda aos milhões para comprar o voto dos deputados.

Quando eu escrevi o artigo anterior falando sobre um possível acerto entre Suely e Jalser não apareceu ninguém para desmentir a informação. Pelo contrário. Pessoas que mantém certa ligação com o governo chegaram a confirmar em off a existência do acordo. E disseram mais: o acordo não era político, mas financeiro.

Agora, essa nova informação vem corroborar o que me foi dito antes. Resta saber se os demais integrantes do G14 estão de acordo com esse acerto.

A conferir na volta do recesso.
Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " Silêncio sobre impeachment de Suely levanta nova suspeita sobre acordo com Jalser "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.