Durante a votação da denúncia contra Temer, os políticos deram mais uma demonstração de que são inconfiáveis
Apenas 6% dos eleitores brasileiros se sentem representados pelos políticos em quem votaram. Esse é um dos dadoa apresentados na pesquisa publicada neste domingo pelo jornal O Estado de São Paulo. Para mim, nenhuma novidade. Como se sentir representado por uma classe tão perdulária e desavergonhada como a nossa? Como sentir orgulho de representantes que baseiam sua vida pública na mentira e na hipocrisia? Essa descrença na classe política é extremamente danosa para a vida em democracia, mas não há outra forma de dizer isso: NOSSOS POLÍTICOS SÃO INCONFIÁVEIS!

A pesquisa do Instituto Ipsos vem quando falta pouco mais de um ano para as eleições gerais do Brasil, quando vamos eleger os novos governos estaduais, membros das assembleias legislativas, do Congresso Nacional e o presidente da República. Está claro que o atual modelo político se esgotou. Não funciona mais. Mas está claro também que a reforma política que os nossos congressistas estão engendrando pode sair pior que o soneto. Fala-se em Distritão, voto em lista, etc., mas os maiores beneficiados serão os mesmos caciques enlameados que estão aí.

Se tivéssemos políticos com verdadeiro senso de patriotismo, a cláusula primeira para uma grande mudança seria: nenhum dos que exercem mandato atualmente poderão se candidatar. É claro que eles nunca vão fazer isso.

Essa pesquisa divulgada hoje pelo Estadão, segundo a qual apenas 38% consideram que a democracia é o melhor regime e 47% discordam mostra bem como os eleitores estão ressabiados com a conversa fiada dos políticos. Isso porque eles subverteram o conceito de democracia ao direito de roubar e vilipendiar os cofres públicos. Implantou-se no Brasil a trágica cultura do rouba, mas faz. A sondagem feita pelo jornal paulistano também mostra que 74% são contra o voto obrigatório. Como não ser?

É exatamente isso. Outro dia eu estava num táxi locação, aqui em Boa Vista, e todos no carro éramos contra o voto obrigatório. O motorista, um formando em Direito, defendia o boicote absoluto ao voto nas próximas eleições. Dizia ele: não importa em que votarmos, o resultado será sempre essa tragédia anunciada que está aí, pois não temos políticos confiáveis. São todos eles suspeitos. “Ninguém deve ir votar na próxima eleição”. Sabe de uma coisa, pode parecer uma medida extrema, mas eu estou completamente de acordo.

Grande parte dos nosso congressistas responde a processos. A votação do denúncia de corrupção contra o presidente Temer nos mostrou que temos parlamentares completamente venais. A Lava Jato deixou claro que quase nenhum político brasileiro tem seu nome fora de esquemas de corrupção. Sendo assim, essa descrença, apesar de preocupante, é completamente justificada.

E não adianta vir com reforma cosmética, cuja finalidade é mudar para deixar tudo como está. Ou ainda pior. Como podemos acreditar em políticos que já usurpam R$ 819 milhões do Fundo Partidário e agora criam outro fundo eleitoral de mais R$ 5 bilhões, enquanto retiram direitos elementares dos trabalhadores. Isso é fazer galhofa com os brasileiros. Mas, apenas demonstrar insatisfação respondendo a pesquisas não basta.

O que o Brasil precisa é um uma sociedade participativa, que vá para as ruas, que lote as casas legislativas, que cobre dos seus políticos vergonha na cara e que. É preciso agir para amedrontar e punir os calhordas que nos envergonham. É preciso tirá-los da zona de conforto… Só assim o Brasil vai mudar.

Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " Brasileiros não se sentem representados pelos políticos eleitos. Quem em sã consciência se sentiria? "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.