Proposta de Quartiero de renunciar ao mandato para ver impeachment de Suely anima deputados

By Luiz Valério sexta-feira, 4 de agosto de 2017
O aceno de renúncia feito por Quartiero animou os deputados a retomarem o processo de impeachment de Suely Campos
A entrevista concedida pelo vice-governador de Roraima, Paulo César Quartiero (DEM), no meio da semana, deixou os deputados do G14 cheios de pilha para retomarem o debate em torno do impeachment da governadora Suely Campos (PP). Isso porque Quartiero chegou a afrirmar naquela ocasião que está disposto a renunciar ao mandato para que o Poder Legislativo tome a decisão de afastar Suely do cargo.

Isso era tudo o que os parlamentares ligados ao deputado Jalser Renier (SD), presidente da Casa, queriam. Até antes do final do recesso, o assunto impeachment era dado quase como encerrado. Logo na primeira sessão do segundo semestre legislativo, o deputado Jorge Everton (PMDB) cobrou um posicionamento da Assembleia ao afirmar que todo o trabalho desprendido por ele na CPI do Sistema Prisional não poderia ter sido em vão.

Coincidentemente ou não, naquela mesma tarde de terça-feira (1 de julho), Quartiero convocou a imprensa para mais uma das surreais entrevistas coletivas e, desta feita, defendeu abertamente a necessidade de se abreviar o mandato da governadora Suely Campos. Ele disse aos jornalistas que, terminada a entrevista, iria até a Assembleia Legislativa para conversar com os deputados.

“Se precisar que eu renuncie para que a Assembleia tome uma atitude, talvez eu até aceite. O que é preciso é uma solução porque do jeito que está eu não vou assistir omisso à extinção do Estado de Roraima”, afirmou ele na ocasião.

Fonte do blog disse hoje que essa sinalização de Quartiero sobre a possibilidade da sua própria renúncia para ver Suely fora do cargo deixou os deputados do G14 bastante ouriçados. "De repente eu vi o clima mudar na Assembleia", afirmou um deputado ouvido pelo blog. Segundo ele, tem parlamentar com sorriso de orelha a orelha pensando nessa hipótese de mudança de governo.

A grande questão é que os deputados não confiam em Quartiero para que ele assuma o governo. O vice-governador é considerado extremamente rude e desrespeitoso para com os poderes constituídos e as instituições (chutou carro de polícia e bateu de frente com policiais federais). Por isso, os membros do G14 não se animaram em fazer o impeachment de Suely para entregar-lhe o governo de mãos beijadas. Agora, com ele acenando com a possibilidade de renúncia, a situação ganha novos contornos.

Caso Suely venha a ser afastada, constitucionalmente quem assume o cargo é o presidente da Assembleia Legislativa que, no caso, é o deputado Jalser Renier. O problema é que se o fato de Jalser presidir o Poder Legislativo na condição de presidiário já chamou a atenção do Brasil, o que dirão se o estado passar a ser governado por um preso da justiça?

Eis o dilema de Roraima.

Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " Proposta de Quartiero de renunciar ao mandato para ver impeachment de Suely anima deputados "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.