Patinando na impopularidade, Suely tenta sair das cordas. Mas 2018 está bem aí

By Luiz Valério quarta-feira, 16 de agosto de 2017
Pesquisas para consumo interno mostram que Suely Campos não avanaça no quesito popularidade
Já faz algum tempo, uma fonte ligada ao governo me disse que a governadora Suely Campos (PP) iria dar início a uma série de ações com o objetivo de reverter sua alta impopularidade constatada em pesquisas feitas para consumo interno. Isto porque, mesmo se esforçando, tentando mostrar trabalho com algumas ações administrativas de grande apelo, a aceitação do atual governo é sempre muito baixa. Não passa de um dígito.

Essa investida da governadora em busca de popularidade, de reverter sua situação adversa para concorrer à reeleição em 2018, tem ganhado corpo nos últimos dois meses. Suely tem buscado passar a imagem de governadora ágil sempre buscando lançar programas e ações que atendam a alguma categoria insatisfeita ou que beneficie segmentos de servidores ou da população, como os professores para quem ela anunciou hoje a concessão de progressão horizontal. Serão beneficiados mais de 3 mil profissionais de educação.

O fato é que no quesito popularidade, o governo de Suely não consegue sair das cordas. Pesquisas encomendadas para consumo interno mostram que ela não consegue chegar a 10% de popularidade. Uma dessas pesquisas feitas há alguns meses mostra Suely com apenas 7% de aceitação entre os entrevistados. Somente essa pequena parcela dos pesquisados considera que ela está fazendo um bom governo.

Diante desse quadro desalentador para Suely, tome Caravana do Povo pelos interiores, tome concessões de títulos, tome anúncios de concurso público e, agora, concessão de progressões. Claro, no caso dos professores, o benefício da progressão era há muito esperado. Mas porque somente agora, quando falta um ano para iniciar a campanha de 2018? Afinal, foram tantas paralisações e reivindicações da categoria desde que Suely assumiu o governo.

Enquanto tenta reagir à sua persistente impopularidade, Suely é bombardeada dia sim outro também com denúncias e críticas as mais diversas por deputados do G14, na Assembleia Legislativa. Nesta quarta-feira (16), o assunto foi o excesso no pagamento de diárias para alguns secretários e diretores de departamentos.

Curioso é que mesmo fazendo um governo populista, Suely não consegue cair nas graças da população. A percepção geral é a de que este é um governo um tanto perdido, sem norte. Falta um articulador, um cérebro, um estrategista... A bancada governista na Assembleia parece sem coragem ou interesse de defender o governo. A impressão que se tem é a de que todos estão preocupados com interesses mais imediatos sem visão de futuro.

Enquanto isso, apesar de evitar falar em candidatura ao governo agora, a prefeita Teresa Surita (PMDB) vai ganhando espaço, buscando penetrar nos municípios interioranos, vai firmando acordos e convênios com prefeitos e, assim, se credenciando para uma possível candidatura, apesar de que também na Assembleia Legislativa há um grupo de deputados que não se entusiasma com a possibilidade de uma Teresa governadora.

Para eles importa muito mais uma Suely com baixa popularidade, um governo desarticulado e sem poder de reação... Fica mais fácil de combater um "inimigo cambaleante", nas cordas. Os deputados estaduais sabem que com Teresa no governo o jogo muda de figura. Semana passada, o senador Romero Jucá disse em sua emissora de rádio que Teresa só não será candidata ao governo se não quiser. A pessoas próximas, ela já disse que quer, mas ainda não se decidiu. Mas no Poder Legislativo há pouca simpatia pela ideia de uma candidatura sua ao Palácio Senador Hélio Campos.

Resta saber se Suely Campos vai conseguir chegar em 2018 com condições reais de concorrer à reeleição tendo como possível adversária Teresa que, ao contrário dela, segue muito bem avaliada. O pleito de 2014 mostrou que não basta ter a máquina administrativa nas mãos. Se não recuperar sua popularidade a tempo, poderemos ter um "Chico Rodrigues" de saia no pleito que se aproxima. A conferir.
Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " Patinando na impopularidade, Suely tenta sair das cordas. Mas 2018 está bem aí "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.