STF anula decisão do TRF1 que mandou prender Jalser

By Luiz Valério terça-feira, 22 de agosto de 2017
Coronel Chagas disse que a Assembleia acertou em não afastar Jalser do cargo de presidente
O Supremo Tribunal Federal (STF) publicou nesta segunda-feira (21) decisão anulando a determinação do Tribunal Regional Federal da 1a Região (TRF1) que levou o deputado Jalser Renier (SD) a cumprir pena por condenação no "caso gafanhotos". A decisão foi tomada pelo STF no dia 18 e publicada nesta segunda-feira.

A informação foi repassada agora há pouco pelo deputado e vice-presidente da Assembleia Legislativa, Coronel Gerson Chagas (PRTB). O parlamentar afirmou que a decisão do STF desfaz uma injustiça que poderia ter sido ainda maior, caso a Assembleia tivesse afastado Jalser do cargo de presidente da Casa ou até mesmo cassado o seu mandato.

O STF tornou Jalser livre da condenação do TRF1. Coronel Chagas disse que a Assembleia Legislativa tomou a decisão acertada em não atender as pressões da sociedade e da imprensa ao não afastar o presidente da Casa do cargo.

"Eu fui cobrado para que afastasse Jalser da presidência da Assembleia. A imprensa cobrou, eu era abordado nos lugares por onde andava com as pessoas cobrando um posicionamento desta Casa. Se tivéssemos afastado o presidente teríamos cometido uma grande injustiça", afirmou.
Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " STF anula decisão do TRF1 que mandou prender Jalser "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.