Bancada federal diz priorizar saúde em Roraima, mas setor ainda tem deficiências

By Luiz Valério sexta-feira, 15 de setembro de 2017
Remídio Monai diz que neste ano destinou R$ 7,6 milhões para serem investidos na saúde de cinco municípios roraimenses
Neste ano, a bancada federal de Roraima em Brasília conseguiu liberar R$ 36 milhões de um total de R$ 70 milhões oriundos de emendas impositivas para as unidades de saúde do estado. Essa liberação de pouco mais da metade dos recursos previstos no Orçamento da União para 2017 é decorrente do contingenciamento de recursos pelo Governo Federal. O dinheiro é destinado às Unidades de Atendimento de Média e Alta Complexidade Ambulatorial e Hospitalar da saúde estadual.

De emendas apresentadas pelo deputado Remídio Monai foram garantidos cerca de R$ 7,6 milhões destinados aos municípios de Pacaraima, Bonfim, Caracaraí, Mucajaí e São João da Baliza. No ano passado, ele apresentou emendas que, juntas, somam R$ 6,5 milhões para a estruturação de Unidades de Atenção Especializada em Saúde no Estado de Roraima.

Os recursos vão permitir a ampliação do Hospital Regional Sul Ottomar de Sousa Pinto (Hospital de Rorainópolis), com a construção do bloco da maternidade e também a aquisição de novos equipamentos para Unidade de Atenção Especialidade Policlínica Cosme e Silva, em Boa Vista.

Nos últimos três anos, o deputado diz ter priorizado a área da saúde pública na destinação das emendas individuais. Foram 18 propostas aprovadas de execução obrigatória ao Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA), que somam mais de R$ 18 milhões para investimento e custeio de unidades hospitalares em Roraima.

“Queremos assegurar todas as condições para que a população tenha acesso ao sistema público de saúde de qualidade. Estamos trabalhando para que os recursos cheguem ao Estado, e que sejam corretamente executados”, afirmou.

Monai afirma que esse aporte vai contribuir para a melhoria dos serviços oferecidos, através da modernização e aquisição de novos equipamentos. “Nossa maior preocupação é assegurar a cidadania. A saúde precisa ser priorizada e fico feliz em poder contribuir para minimizar os efeitos dessa crise”, disse.

Para ele, é inadmissível que a população continue sofrendo com as longas filas de espera para consultas e exames, falta de médicos para atendimento, pacientes em macas pelos corredores dos hospitais, precariedade nas instalações ambulatoriais e hospitalares, falta de equipamentos básicos e medicamentos.
Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " Bancada federal diz priorizar saúde em Roraima, mas setor ainda tem deficiências "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.