Brito acusa Jucá de omissão quanto ao caos energético em Roraima e de querer 'lucrar' com fechamento de fronteira

By Luiz Valério sexta-feira, 22 de setembro de 2017
O deputado Brito Bezerra disse que o senador Romero Jucá sempre se omitiu diante do caos energético vivido por Roraima
Num discurso em defesa de Roraima e da manutenção do acordo com a Venezuela que permite a importação de energia do país vizinho para o estado, feito na tribuna da Assembleia Legialativa na quarta-feira (20), o deputado Brito Bezerra (PP) disse ser uma provocação desnecessária a defesa que o senador Romero Jucá (PMDB) faz do fechamento da fronteira para os migrantes e a expulsão do país de Nicolás Maduro do Mercosul. Segundo ele, caso se concretizem, essas medidas podem trazer resultados nefastos para a população roraimense. A interrupção no fornecimento de energia de Guri, deixando o estado às escuras e refém dos apagões, seria uma delas.

Segundo lembrou Brito Bezerra, Roraima é o estado brasileiro com a maior faixa de fronteira com a Venezuela, num total de 1.314 quilômetros. Ele ressaltou que o estado tem uma fronteira ativa entre Pacaraima e Santa Elena de Uairén, conta com a BR 174 unindo os dois países, além de uma linha de transmissão de energia de cerca de 700 quilômetros de extensão que tirou o estado dos apagões diários em 2001.

Para o líder do governo na Assembleia Legislativa, o senador peemedebista teria interesses escusos na interrupção no fornecimento de energia de Guri para o estado, pois, segundo ele, existe um parque gerador de energia térmica pertencente a um “grande amigo e contribuinte das campanhas de Jucá” que “está só na espreita”, esperando para ser beneficiado por um possível apagão para surgir como alternativa de fornecimento de energia termelétrica a um custo muito alto. A empresa quer o monopólio do mercado por 15 anos.

Brito destacou a situação embaraçosa vivida por Jucá, que é um dos políticos “mais implicado no caso da Lava Jato, nacionalmente denunciado por empresários que lhe pagaram propina” e que, segundo ele, ainda busca lucrar às custas do povo de Roraima. “Com tanta criatividade o senador [Jucá] bem que merece o título de Grande Explorador de petróleo e derivados”, ironizou Brito.

O deputado ressaltou ainda que Jucá foi contra o acordo para importação da energia da Venezuela nos idos de 2001. “Lembro que no momento em que o governador do Estado há época lutava para obter o apoio do Governo Federal, o único adversário a se contrapor ao projeto, foi exatamente o Jucá”, disse ele.

O parlamentar progressista destacou que Romero Jucá também nunca cobrou do governo uma solução para a continuidade da obra do Linhão de Tucuruí, parada desde 2015 quando a empresa responsável pediu rescisão contratual. “O Senador jamais abriu a boca para defender a segurança em termos de energia. Foi simplesmente indiferente. Agora, vem com estes insultos desnecessários à Venezuela”, afirmou.

Segundo Brito Bezerra, caso seja expulsa do Mercosul a pedido do Brasil, a Venezuela poderá cortar a energia que fornece ao país, por meio do acordo bilateral firmado no ano de 2001. Diz Brito: “Será a volta daquele inferno que já vivemos em agosto de 2001. Rodízio de apagão em seis bairros diariamente, ou seja, energia muito cara e de má qualidade! Estas serão as consequências decorrentes da irresponsabilidade de um senador que só usa o mandato buscando proveito próprio, mesmo que possa causar terríveis dificuldades até para seus eleitores, além de inviabilizar a economia do nosso Estado.”

Sobre a questão do fechamento da fronteira para migração, Brito Bezerra afirma que esta é uma defesa desumana, que desconsidera a situação de crise política vivida pelo país vizinho.

“O que o Jucá busca quando instiga a bancada governista no Senado à nada menos que expulsar a Venezuela do Mercosul e fechar a fronteira para os Venezuelanos? Será que ele está realmente preocupado com a possível quebra da democracia na Venezuela? Será que ele ignora que ainda no tempo de território vivemos uma situação tão grave que milhares de pais de família não tiveram outra opção que não fosse ir garimpar na Venezuela?”, questionou Brito.
Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " Brito acusa Jucá de omissão quanto ao caos energético em Roraima e de querer 'lucrar' com fechamento de fronteira "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.