Brito Bezerra nega existência de acordo entre governo e empresários para inviabilizar Mafir

By Luiz Valério quarta-feira, 27 de setembro de 2017
Brito Bezerra chamou de levianas as acusações feitas contra o governo
A sessão desta quarta-feira (27) da Assembleia Legislativa foi marcada pelos debates em torno do pedido de cancelamento do Serviço de Inspeção Federal (SIF) do Matadouro e Frigorífico Industrial de Roraima (Mafir), feito pelo Governo do Estado ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA).

O líder do governo na Casa, deputado Brito Bezerra (PP), negou que a medida tenha como objetivo principal impedir que os grandes pecuaristas exportem carne para outros estados e países, como afirmado pelo deputado George Melo (PSDC).

Ao rebater as afirmações de Melo, o deputado Brito Bezerra disse ser a favor da abertura do Mafir para atender produtores de pequeno e grande porte. Ele negou que haja qualquer acordo da governadora com os pecuaristas sócios do Frigo10 para fechar o Mafir.

“São empresários e investidores que pretendem exportar a carne. São levianas essas acusações contra o governo, que vem trabalhando a favor do setor produtivo onde o Estado de Roraima já conquistou o status de Livre de Febre Aftosa com vacinação”, disse o parlamentar.

Conforme Brito, o Governo de Roraima vem investindo no setor produtivo e os reflexos são a conquista do Estado de Roraima com a elevação do status de Livre de Febre Aftosa, com vacinação e o aumento do PIB, gerado pela produção de grãos.

O parlamentar garantiu que o Matadouro e Frigorífico Industrial de Roraima continuará funcionando, mesmo com a abertura do Frigo10, para atender em especial os pequenos produtores.
Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " Brito Bezerra nega existência de acordo entre governo e empresários para inviabilizar Mafir "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.