Sentados lado a lado, Suely e Quartiero sequer se falavam - Foto: Luiz Valério
O evento de ontem de abertura da colheita da soja 2017 esteve realmente bem concorrido. Airton Cascavel (PPS), empresário e pré-candidato ao Governo de Roraima, se fez presente ao evento, todo ele recheado de autoridades e grandes empresários que compõem o PIB de Roraima. Cascavel chegou à Fazenda Tucumã acompanhado do ex-governador e também pré-candidato ao Palácio Senador Hélio Campos, José de Anchieta (PSDB). Curiosamente, por onde a dupla passava chamava a atenção dos presentes.

Para Airton Cascavel, a receptividade recebida no evento é um sinal de que há “uma grande margem de possibilidade” para que ele faça uma campanha competitiva ao governo, quando chegar a hora. Ao conversar com este blogueiro, o empresário disse que percebeu tanto a governadora Suely Campos (PP) quanto o vice-governador Paulo César Quartiero (DEM) “meio deslocados no meio do povo”. Sinal de baixa aceitação, concluiu.

Aliás, a governadora Suely e o vice Paulo Quartiero ficaram sentados lado a lado durante toda a solenidade de abertura da colheita da soja. A governadora com cara de poucos amigos, tentando disfarçar o desconforto de estar ao lado daquele que diz estar disposto até a renunciar ao madato de vice para vê-la fora do poder. Quartiero, por sua vez, não demonstrava nenhum desconforto. Parcia estar à vontade, pois se encontrava entre produtores como ele, alguns também críticos ao governo.

Cascavel considera que se conseguir convencer Anchieta para que ele desista de sua pré-candidatura ao governo e aceite ser o candidato a senador da sua chapa na sua corrida pelo cargo de chefe do Executivo estadual, sua candidatura crescerá muito. O ex-governador, de sua parte, aposta na curta memória do povo de Roraima e crê que tem chances de conseguir voltar ao Palácio do Governo. Em várias ocasiões Anchieta já afirmou que, diante dos desacertos do atual governo, o povo sente sua falta. Será?

Ao se fazer presente na abertura da colheita da soja, neste sábado, o tucano José de Anchieta ouviu Suely culpar seu governo - ainda que sem citá-lo diretamente - por muitos dos problemas hoje enfrentados por ela desde o começo da atual gestão e que entravam o desenvolvimento do estado. O líder do governo na Assembleia, deputado Brito Bezerra (PP), também disse que, durante a gestão de Anchieta, o Instituto de Terras de Roraima (Iteraima) “foi transformado numa espécie de imobiliária particular”, o que resultou em mais atraso no processo de regularização fundiária do estado.

De suely Anchieta ouviu o seguinte:
“Eu fui cobrada aqui pela questão da infraestrutura, pela situação das estradas, das vicinais das pontes. Eu não faço mais porque nós vivemos numa crise econômica. Nós pegamos o estado com uma dívida de R$ 22 milhões por mês, minha gente, descontados na fonte. Quisera eu ter R$ 22 milhões de reais por mês para investir nas estradas. Mas, mesmo assim, nós já fizemos 700 quilômetros de recuperação de vicinais e rodovias, construímos 190 pontes”, afirmou a governadora, salientando que na semana passada assinou uma ordem de serviço no valor de R$ 13 milhões para o setor de infraestrutura. “Logicamente o nosso olhar é para onde está produzindo”, completou.
No mais, o evento de abertura da soja mostrou também que a campanha para o governo de 2018 já começou. Brito Bezerra aproveitou para reforçar a disposição de Suely de concorrer à reeleição, apesar de que pesquisas mostram que ele não passa dos 7% de aceitação atualmente. Suely mesmo já disse que vai tentar um segundo mandato.

Façam suas apostas.
Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " Pré-candidatos desfilam na abertura da colheita da soja; Aliado diz que Suely disputará reeleição "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.