32 anos depois, o problema energético de Roraima persiste sem solução

By Luiz Valério sexta-feira, 20 de outubro de 2017
Mais de 30 anos depois, ainda vivemos às voltas com a promessa de solução do problema energético de Roraima
Prestem atenção na manchete da imagem acima: “Segundo governador [Getúlio Cruz], até agosto problema de energia será amenizado”. Essa edição do jornal Folha de Boa Vista data de 26 de julho de 1985. Passadas mais de três décadas, a incompetente classe política de Roraima não conseguiu trazer a solução para o problema energético do estado.

Não falo dos políticos de hoje, apenas. Refiro-me a todos os que já representaram o estado em Brasília, se venderam como lideranças locais e nada fizeram para livrar nossa terra dessa condição de subdesenvolvimento.

Quantas vezes vimos, ao longo dos anos e novamente neste ano de 2017, parlamentares dizendo que estavam buscando a solução para o isolamento de Roraima no que diz respeito ao Sistema Interligado Nacional de Energia? Reuniões foram feitas com o presidente Michel Temer, votos pela rejeição da primeira denúncia de corrupção contra ele foram negociados, mas solução que é bom nada.

A cada nova eleição, década após década, surgem candidatos que têm, apenas no gogó, a solução para todos os problemas de Roraima. Sucessivos governadores se elegeram adotando a solução da questão energética como mote de campanha. Senadores idem. Manter o povo encabrestado e dependente da cambaleante economia do contracheque é que dá votos.

Temos até aquele que se autodenomina como um dos mais influentes senadores do Brasil, Romero Jucá (PMDB), líder do governo no Congresso Nacional que tem uma penca de denúncias de corrupção nas costas, mas que não consegue usar sua tão grande influência para tirar o estado dessa dependência. Afinal, investir em parques térmicos de financiadores de campanha dá mais lucro, resulta em mais dividendos eleitorais.

O fato é que economicamente Roraima é considerado insignificante para o Poder Central. Daí o pouco caso que o Governo Federal faz do nosso estado. Por outro lado, nossos representantes políticos não demonstram ter força nem interesse, de fato, em resolver o problema. Aquele que se coloca no papel de grande líder político e carreador de recursos só tira proveito da sua influência em benefício próprio. E assim, o estado vai vivendo sua via crucis de desimportância e abandono década após décadas.

Mas 2018 vem aí. Com ele certamente virão novas promessas de solução para os nossos problemas. Gente acossada por denúncias de corrupção vai bater à sua porta pedido voto e se fazendo de vítima, com o roteiro cheio de novas promessas de um desenvolvimento que nunca chega.
Luiz Valério

Sou Jornalista e blogueiro. Há 20 anos cubro o mundo político, boa parte desse tempo escrevendo em blogs na Web. Moro em Roraima há 15 anos. Já desenvolvi vários projetos na área do jornalismo. Apaixonado por tecnologia, tenho especialização na Área. Agora nos encontramos por aqui.

No Comment to " 32 anos depois, o problema energético de Roraima persiste sem solução "

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.