ABUSO DE AUTORIDADE – Guarda Municipal prende Fábio Almeida candidato do PSOL à PMBV

O candidato Fábio Almeida (PSOL) recebeu voz de prisão quando fazia uma gravação em frente à sede da Guarda Municipal

O candidato do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) à Prefeitura de Boa Vista, Fábio Almeida, foi proibido de fazer uma gravação para a sua campanha na frente da sede da Guarda Civil Municipal de Boa Vista, na Avenida Capitão Júlio Bezerra, no bairro 31 de Março. Fábio acabou recebendo voz de prisão por parte do secretário-diretor da GCM.

A confusão começou quando Fábio grava um vídeo em que afirmava que a Guarda Municipal não tem competência para fazer papel de polícia, segundo a Constituição Federal. O secretário municipal de Segurança Urbana e Trânsito, Raimundo Barros, foi quem deu voz de prisão ao candidato do PSOL.

Barros mandou que um dos guardas municipais prendesse Fábio Almeida, que o ameaçou de algemá-lo, caso ele resistisse. O episódio configura abuso de autoridade da Guarda Municipal, pois o candidato estava fazendo sua gravação numa via pública.

“O que você está fazendo é um abuso de autoridade”, argumentou Fábio Almeida.

#GuardaMunicipal #FábioAlmeida #GuardaCivilMunicipal #EleiçõesMunicipais #Eleições2020

0 visualização0 comentário

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2021 Blog do Luiz Valério. Uma publicação da Verbo Digital Comunicação e Marketing. Todos os direitos reservados.