EM BALIZA: Brasil Bio Fuels é acusada de demitir servidores por questões políticas. Empresa nega

Ex-funcionários da empresa Brasil Bio Fuels que foram demitidos recentemente acusam a gerência e funcionários da firma, que produz energia de biomassa em São João da Baliza, no Sul de Roraima, de perseguição política. De acordo com os denunciantes, algo em torno de 30 servidores teriam sido demitidos nos últimos dias por declararem publicamente que não votam no candidato a prefeito Washington Medeiros (PSD) ou por demonstrarem simpatia pela sua adversária, Luiza Maura (SD).

Além da demissão de servidores por questões políticas, os denunciantes acusam a Bio Fuels também de assédio moral contra funcionários e até suposto conchavo com uma servidora do Ministério do Trabalho, que receberia pagamento da firma para convencer os trabalhadores demitidos a fazerem acordo de forma a beneficiar a empresa com o pagamento de menos encargos. A servidora do Ministério deveria fiscalizar as condições de trabalho dos funcionários, mas estaria fazendo jogo duplo. São denúncias extremamente graves.

Ex-funcionária da empresa, Jeane Costa Ferreira Sousa, que trabalhava no setor de serviços gerais, disse que há mais ou menos três semanas começou a frequentar as reuniões da candidata Luiza Maura e, poucos dias depois, foi demitida.

“Eu fui demitida para não vê os demais que estavam sendo contratados com finalidade política. Minha demissão aconteceu no dia 3 de novembro por questões políticas e por não aceitar ser humilhada lá”, disse. Endossando o que outros denunciantes disseram, pelo menos 30 funcionários foram demitidos e outros simpáticos ao candidato Medeiros foram contratados.

Um morador de Baliza relatou que várias pessoas do seu convívio passaram pela mesma situação, ou seja, demissão e assédio moral. O assunto corre a boca miúda no município. “Ao que se sabe, eles [diretores da empresa] demitem uns funcionários para contratar outros que declaram votar no candidato Medeiros. Teve um vereador que indicou seis pessoas para serem contratadas. A empresa também atende pedidos de contratação do atual prefeito Marcelo Jorge, que apoia a candidatura de Medeiros.

Suposta atuação política da Brasil Bio Fuels é assunto do momento em Baliza

Nesse final de campanha o clima em Baliza ficou ainda mais tenso porque as informações e comentários sobre o comportamento de favorecimento política da Brasil Bio Fuels ao candidato Medeiros estão espalhados por todos os quadrantes do município.

“Os próprios funcionários da Bio Fuels comentam. Como são cerca de 300 trabalhadores, fica difícil controlar todos eles e aí as informações sobre o que acontece lá dentro vazam”, disse um denunciante.

A denúncia de assédio moral é igualmente grave. Alguns funcionários foram citados como autores da prática de assédio moral ou tratamento grosseiro aos trabalhadores. Um deles foi identificado como Cláudio Cavalcante.

“Ele grita com os funcionários que trabalham na sede da empresa, na manutenção dos transportes. Ele grita, bate na mesa pra humilhar mesmo, como se fosse pai deles”, diz um denunciante que pede sigilo do seu nome. Outra funcionária citada foi identificada como Caroline. Eles não foram encontrados pela reportagem para comentar o assunto.


Em posts publicados no Facebook, o candidato Washington Medeiros demonstra seu apreço e proximidade coma empresa Brasil Bio Fuels

Marcelo Jorge e Bio Fuels negam atuação política para beneficiar candidatura de Washington Medeiros

A reportagem do procurou o prefeito de Baliza, Marcelo Jorge, que ele foi citado como uma das pessoas que indicam servidores para contratação pela Brasil Bio Fuels, mas ele disse não ter conhecimento sobre a veracidade da denúncia. “Eu não sei se isso está acontecendo lá na empresa”, afirmou Jorge.

Prefeito Marcelo Jorge nega qualquer indicação de pessoas para ser contratada pela empresa Brasil Bio Fuels

O gestor diz que o relacionamento da Prefeitura de Baliza com a empresa é apenas institucional. “Nós nunca tivemos esse tipo de conversa sobre que vai ser contratado e quem vai ser demitido. Isso nunca existiu por parte da minha pessoa. Isso não procede. O candidato Washington Medeiros também foi procurado, mas não respondeu a demanda da reportagem.

A reportagem também procurou a direção da empresa Brasil Bio Fuels para obter explicações ou esclarecimentos sobre as denúncias apresentadas. Foram feitas ligações telefônicas e encaminhadas mensagens de WhatsApp para um dos diretores, mas até o fechamento desta edição a empresa não havia se manifestado.

Porém, em resposta encaminhada por email à Redação do Jornal Roraisul (parceiro editorial deste Blog), quando as demissões de funcionários eram apenas cogitações, a diretora jurídica da empresa Renata Marcheti, descartou a atuação política da firma, justificando que o Grupo Brasil Bio Fuels é apartidário e “não se envolve em assuntos eleitorais”.

Marcheti disse ainda que a empresa “não apoia nenhum candidato no município de São João da Baliza nas eleições deste ano”. Ainda segundo a assessora jurídica, os colaboradores da empresa devem cumprir um código de conduta, onde estão estabelecidas regras de comportamento relativas a questões eleitorais.

Nesse código, afirma ela é “vedado envolver direta ou indiretamente, a empresa, o nome dela, seus símbolos ou qualquer aspecto desta com partidos políticos, assim como é vedado o uso de símbolos, cartazes ou qualquer outro meio de divulgação de candidatos, partidos e/ou coligações nas dependências da empresa”. Na nota a empresa diz que está adotando as medidas cabíveis quanto a conduta do funcionário Cláudio Cavalcante.

Envie sua sugestão de pauta para o Blog


Conversar no WhatsApp

#SuldeRoraima #PolíticaemRoraima #EleiçõesMunicipais #Eleições2020 #CorridaEleitoral #WashingtonMedeiros #Baliza

0 visualização0 comentário

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2021 Blog do Luiz Valério. Uma publicação da Verbo Digital Comunicação e Marketing. Todos os direitos reservados.