Em evento em Roraima, Lorenzoni critica a imprensa e defende mineração em terras indígenas

Entre críticas à imprensa e rasgados elogios ao governo do presidente Jair Bolsonaro, o ministro da Cidadania Onix Lorenzoni anunciou o aporte de recursos da ordem de R$ 5,2 milhões para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) em Roraima, sendo R$ 2,3 milhões para o Governo do Estado e R$ 2,9 milhões para a Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB).

Os recursos do PAA federal devem beneficiar 1.200 agricultores familiares e atender mais de 185 mil em situação de vulnerabilidade social, com doações de 3.100 toneladas de alimentos. Conforme informações do governo estadual, todos os municípios de Roraima executam o PAA.

Lorenzoni cumpre agenda em Roraima nesta terça-feira (24 de novembro). Além de tratar sobre os recursos do PAA, o ministro também veio visitar os abrigos da Operação Acolhida. O Ministério da Cidadania é responsável pelo abrigamento e interiorização desses refugiados.

Para o governador Antônio Denarium, a destinação de recursos do PAA federal para Roraima é importante porque vai possibilitar dar mais dignidade ao homem do campo e oferecer segurança alimentar a famílias que hoje vivem em situação de vulnerabilidade.

Denarium disse que, em 2019, o Governo de Roraima recebeu R$ 1,5 milhão para ações do programa. O mesmo valor foi destinado este ano, até aqui. O governo ainda recebeu R$ 2,34 milhões.

“O uso desses recursos é única e exclusivamente para a aquisição de produtos da agricultura familiar, que serão distribuídos para creches, hospitais, escolas, delegacias, como forma de melhorar a qualidade de vida do nosso povo e, também, dar segurança financeira para os agricultores”, disse.

Além do Programa de Aquisição de Alimentos, o ministro da Onix Lorenzoni defendeu a exploração do garimpo e do agronegócio em terras indígenas, “mas sempre com a anuência dessas comunidades”.

O ministro disse que a Amazônia é certamente “a região mais rica do planeta” e afirmou que “as pessoas têm o direito de poder garimpar e produzir”. Ele destacou que o governo está trabalhando para que “possamos ter o garimpo em terras indígenas”, mas tudo amparado por uma legislação que está tramitando no Congresso Nacional.

A fala do ministro Lorenzoni foi marcada por críticas à imprensa, que segundo ele se ressente do fato de não ser mais financiada com recursos públicos, como acontecia em outros governos, e ainda é dada a publicar críticas e Fake News contra o governo Bolsonaro. “Mas o governo Bolsonaro é igual massa de bolo, quanto mais bate, mais ele cresce”, afirmou.

Envie sua sugestão de pauta para o Blog


Conversar no WhatsApp

#GovernoLorenzoni #PolíticaemRoraima #AntônioDenarium #MinistériodaCidadania #GovernoFederal #AquisiçãodeAlimentos #OnixLorenzoni

0 visualização0 comentário

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2021 Blog do Luiz Valério. Uma publicação da Verbo Digital Comunicação e Marketing. Todos os direitos reservados.